Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Medicina

Medicina

3º Ciclo     Departamento de Ciências Médicas

Plano de Estudos/Ramos   Medicina
Código DGES
5449
Área CNAEF 721 | Portaria n.º 256/2005
Publicação em Diário da República Despacho n.º 9996/2015, DR 2.ª série, n.º 171, 02 setembro
Avaliação/Acreditação/Registo Acreditação preliminar A3ES, 12-12-2011
Registo DGES R/A-Ef 1293/2011, 18-03-2011
Regime de Funcionamento No primeiro ano do curso o regime é diurno com disciplinas em horário laboral e outras em horário pós-laboral. O curso inclui quer aulas de contacto presencial, quer aulas e trabalhos em plataforma de e-learning, e está estruturado de forma a possibilitar a manutenção de outras actividades profissionais, nomeadamente o exercício de actividade clínica. Nos anos subsequentes, o doutorando poderá gerir a distribuição do tempo dedicado ao seu projecto de investigação, sob orientação de um orientador de doutoramento. Este deverá ser um membro doutorado da UBI. Em casos de necessidade devidamente justificada, poderá ser designado um orientador e um co-orientador, devendo pelo menos um destes ser um membro doutorado da UBI.
ECTS 180

Regime Geral de Acesso  

Requisitos de Admissão

Os candidatos ao programa de doutoramento em medicina devem ser portadores de uma licenciatura em medicina ou de um mestrado integrado em medicina. Os candidatos com qualificações em outras áreas das ciências da saúde, tais como medicina dentária, medicina veterinária, enfermagem, ciências farmacêuticas, etc., devem candidatar-se ao programa de doutoramento em biomedicina ou em ciências farmacêuticas. Os alunos de doutoramento serão selecionados através de concurso, com base em qualificações/classificações anteriores e currículo científico.

Vagas 15 (2017)
Critérios de Seleção e Seriação Medicina 2017
Mais informações para candidatos

Sobre

Objetivos Gerais
O 3º Ciclo de Estudos conducente ao grau de Doutor em Medicina tem como principal objectivo dotar os alunos de competências para se tornarem investigadores num ramo de conhecimento ou numa especialidade da medicina, capazes de conduzir uma investigação independente, responsável e de acordo com os princípios de boas-práticas.
Competências
No final do curso o aluno deve demonstrar:
a) Capacidade de compreensão sistemática numa área da medicina e domínio de aptidões e métodos de investigação associados a essa área científica;
b) Capacidade para conceber, projectar, adaptar e realizar uma investigação significativa respeitando as exigências impostas pelos padrões de qualidade e integridade académicas;
c) Capacidade de realizar, de forma autónoma, um conjunto significativo de trabalhos de investigação original que contribua para o alargamento das fronteiras do conhecimento, e que mereça a divulgação em publicações com comité de selecção;
d) Capacidade de analisar criticamente, avaliar e sintetizar ideias novas e complexas;
e) Capacidade de comunicar com os seus pares, a restante comunidade académica e a sociedade em geral sobre a área em que são especializados;
f) Capacidade de, numa sociedade baseada no conhecimento, promover, em contexto académico e ou profissional, o progresso tecnológico, social ou cultural.
Saídas Profissionais
O curso visa conferir uma formação avançada e especializada que possa contribuir para a consolidação da actividade clínica, de ensino e de investigação em Medicina.
Infraestruturas
A investigação científica no âmbito da Saúde é incentivada na UBI através do Centro de Investigação em Ciências da Saúde (CICS), que é uma Unidade de Investigação e Desenvolvimento interdepartamental e financiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia. O CICS desenvolve estudos de investigação laboratorial, clínica e epidemiológica, com especial relevância para estudos a nível dos mecanismos fisiológicos e patológicos. Este Centro de Investigação promove investigação multidisciplinar na área da Saúde e conta neste momento com um apreciável número de investigadores doutorados, com diferentes áreas de formação. O CICS obteve a classificação de VERY GOOD na última avaliação da FCT (Fundação para a Ciência e Tecnologia) realizada por um painel internacional de peritos.
Normas e Regulamentos Regulamentação UBI
Deliberação do Conselho Científico da Faculdade de Ciências da Saúde (26/2/2010) (estabelece os critérios mínimos de qualidade que uma tese deve cumprir antes da sua submissão, nomeadamente o número mínimo de publicações esperado no final do ciclo de estudos).

Departamento de Ciências Médicas

Avenida Infante D. Henrique
6200-506 Covilhã
275 329 002
275 329 003

Responsáveis

Sem Fotografia
Diretor/a de Curso
José António Martinez Souto de Oliveira
Coordenador de Mobilidade
Luiza Augusta Tereza Gil Breitenfeld Granadeiro

Comissões

Comissão Científica
José António Martinez Souto de Oliveira
Manuel Carlos Loureiro Lemos
Maria da Assunção Morais e Cunha Vaz Patto
Francisco José Alvarez Pérez

Comissão de Creditação
Nota: A informação contida nesta página não dispensa a consulta dos documentos oficiais. Data da última atualização: 2014-08-07
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.