Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Economia
  4. Economia Portuguesa e da Ue

Economia Portuguesa e da Ue

Código 12099
Ano 2
Semestre S2
Créditos ECTS 6
Carga Horária TP(60H)
Área Científica Economia
Tipo de ensino Teórico-prático
Estágios Não
Objectivos de Aprendizagem Objectivos:
• Compreender a dinâmica de abertura, integração e internacionalização competitiva da economia Portuguesa;
• Operacionalizar, aplicando à economia Portuguesa e à economia Europeia, um conjunto de conceitos previamente adquiridos em disciplinas anteriormente leccionadas; e
• Capacitar o estudante para procurar e lidar com a informação estatística disponível sobre a economia Portuguesa e a economia Europeia.

Competências:
• Uso da teoria económica para a análise das políticas económicas e seus resultados;
• Leitura e compreensão de relatórios técnicos, estudos sectoriais, estudos prospectivos, cenarizações e abordagens estatísticas e econométricas; e
• Realização de estudos económicos sobre a indústria, o investimento directo estrangeiro, a competitividade, a inovação, o empreendedorismo, os aglomerados industriais e espaciais, o comércio e o sistema financeiro.
Conteúdos programáticos 1. Evolução da Economia Portuguesa no Século XX
1.1. Fases do Crescimento Português
1.2. Crise Financeira e Estabilização (1910-1930)
1.3. Grande Depressão e criação das pré-condições de Crescimento (1926-1950)
1.4. “Período de Ouro” do Crescimento da Economia Portuguesa (1950-1974)
1.5. Introdução da Democracia e desequilíbrios macroeconómicos (1974-1984)

2. Integração na União Europeia: Transição e Ajustamento Estrutural
2.1. Convergência real e nominal para a União Europeia
2.2. Evolução empresarial Portuguesa
2.3. Evolução da estrutura produtiva e dos ciclos económicos
2.4. Posição estratégica e competitividade de Portugal

3. Convergência, Políticas e Reformas Estruturais em Portugal e na Europa
3.1. Convergência real e novas políticas de desenvolvimento
3.2. Portugal: E depois da Troika e da(s) Crise(s)?
3.3. Europa das Regiões e Política Económica
3.4. Cenários Macroeconómicos para a Economia Portuguesa (2000-2030)
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação Nas aulas teórico-práticas analisar-se-ão casos de estudo, relatórios internacionais e nacionais, artigos científicos, artigos de divulgação e opinião em jornais, revistas e livros da especialidade, sobre a realidade económica nacional e internacional.
Os critérios de avaliação incluem (1) Teste escrito: 50% da classificação final do período de ensino e aprendizagem; (2) Relatório sobre um Estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS): 25% da classificação final do período de ensino e aprendizagem; e (3) Apresentação + Discussão do Relatório: 25% da classificação final do período de ensino e aprendizagem.

Bibliografia principal Alexandre, F.; L. Aguiar-Conraria; e P. Bação (2019), Crise e Castigo e o Dia Seguinte, Edição: Fundação Francisco Manuel dos Santos, outubro de 2019, Lisboa, ISBN: 9789898943910.
Alexandre, F.; P. Bação; P. Lains; M. Martins; M. Portela; & M. Simões (Org.) (2014), A Economia Portuguesa na União Europeia: 1986 – 2010, Actual Editora, Lisboa.
Amaral, L. (2021), Economia Portuguesa: As últimas Décadas, edição revista, Fundação Francisco Manuel dos Santos, Lisboa.
Leitão, J. (2012), Pode Portugal ser Competitivo e Empreendedor?, Editora Várzea da Rainha, Óbidos.
Leitão, J.; J. Ferreira. J.; e S. Azevedo (2008), Dimensões Competitivas de Portugal: Contributos dos Territórios, Sectores, Empresas e Logística, Editora Centro Atlântico, Vila Nova de Famalicão.
Mateus, A. (2013), Economia Portuguesa: Evolução no contexto internacional (1910-2013), Principia, 4.ª edição, Lisboa.
Língua Português
Data da última atualização: 2022-06-21
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.