Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Ciência Política e Relações Internacionais
  4. Teoria das Relações Internacionais

Teoria das Relações Internacionais

Código 12259
Ano 2
Semestre S2
Créditos ECTS 6
Carga Horária TP(60H)
Área Científica Relações Internacionais
Objectivos de Aprendizagem - Aprofundar a compreensão dos alunos sobre as relações internacionais, levando-os a questionar preconceitos sobre os fenómenos internacionais.
- Aprofundar a compreensão dos alunos sobre os principais debates teóricos em relações internacionais, o contexto do seu desenvolvimento, as suas principais preocupações e como estes se relacionam com a dimensão empírica, tanto histórica como contemporânea, das relações internacionais.
- Aprofundar a compreensão dos alunos sobre como as teorias das relações internacionais constituem um conjunto de perspetivas/ferramentas ao seu dispor, que não são necessariamente mutuamente exclusivas, e que se revelam fundamentais para uma análise crítica e sustentada dos fenómenos internacionais.
- Estimular a pesquisa orientada em função de temas e casos no quadro das relações internacionais.
- Promover o debate fundamentado e a discussão temática com um sentido crítico.
Conteúdos programáticos 1. Introdução: autonomia disciplinar e científica, objecto, método, conceitos e teoria
2. O que é uma teoria das relações internacionais?
3. Grandes debates em teoria das relações internacionais
4. Liberalismo
5. Neoliberalismo
6. Realismo clássico
7. Realismo estrutural/neorrealismo
8. Construtivismo
9. Marxismo
10. Teoria crítica
11. Feminismo
12. Pós-modernismo/Pós-estruturalismo
13. Pós-colonialismo
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação Assiduidade mínima requerida para aprovação em avaliação contínua e admissão a exame: 80% das aulas.


Ensino-aprendizagem
Participação nas aulas: 10%.
Recensão crítica: 20%.
Duas frequências: 70% (35% para cada uma).

Trabalhadores-estudantes
Duas frequências: 100% (50% para cada uma).

Exame
Exame escrito: 100%.
Bibliografia principal Teorias das Relações, Victor Marques dos Santos e Maria João Militão (Lisboa, ISCSP, 2012).

Visões do Mundo: as relações internacionais e o mundo contemporâneo, João Gomes Cravinho (Lisboa, ICS, 2002).

International Relations Theory, Paul Viotti e Mark Kauppi (New York, Pearson Education, 2011).

International Relations Theories: Discipline and diversity, Tim Dunne, Milja Kurki e Steve Smith [eds.] (Oxford, Oxford University Press, 2016).

Theories of International Relations, Scott Burchill et al. [eds.] (Basingstoke, Palgrave Macmillan, 2013).

Teorias das Relações Internacionais: Da abordagem clássica ao debate pós-positivista, José Teixeira Fernandes [aut.] (Coimbra, Almedina, 2011).

Teoria das Relações Internacionais, Adriano Moreira [aut.] (Coimbra, Almedina, 2016). > Teorias das Relações, Victor Marques dos Santos e Maria João Militão (Lisboa, ISCSP, 2012).

Visões do Mundo: as relações internacionais e o mundo contemporâneo, João Gomes Cravinho (Lisboa, ICS, 2002).

International Relations Theory, Paul Viotti e Mark Kauppi (New York, Pearson Education, 2011).

International Relations Theories: Discipline and diversity, Tim Dunne, Milja Kurki e Steve Smith [eds.] (Oxford, Oxford University Press, 2016).

Theories of International Relations, Scott Burchill et al. [eds.] (Basingstoke, Palgrave Macmillan, 2013).

Teorias das Relações Internacionais: Da abordagem clássica ao debate pós-positivista, José Teixeira Fernandes [aut.] (Coimbra, Almedina, 2011).

Teoria das Relações Internacionais, Adriano Moreira [aut.] (Coimbra, Almedina, 2016).
Língua Português
Data da última atualização: 2016-03-25
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.