Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Optometria e Ciências da Visão
  4. Superfície Ocular e Lentes de Contacto

Superfície Ocular e Lentes de Contacto

Código 12400
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária TP(60H)
Área Científica Optometria
Tipo de ensino Presencial
Estágios Não aplicável
Objectivos de Aprendizagem - Conhecer os princípios físicos subjacentes à tecnologia de frente de onda e sua aplicação à visão e interpretar os dados dos exames respetivos.
- Conhecer os princípios físicos subjacentes aos exames de microscopia endotelial, topografia e paquimetria corneal e respetiva interpretação.
- Avaliar e adaptar lentes de contacto em situações que configurem casos específicos em contactologia.
- Aconselhar e avaliar a nível pré e pós operativo um paciente de cirurgia refrativa.
Conteúdos programáticos - Tecnologia de Frente de Onda em Visão
- Microscopia Endotelial, Topografia e Paquimetria Corneal
- Aconselhamento e Avaliação do Paciente de Cirurgia Refrativa
- Casos Específicos em Contactologia
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação A concessão de frequência é obtida por um mínimo de 50% de presenças às aulas e realização de todos os momentos de avaliação.A classificação final no período de ensino-aprendizagem (CEA) é calculada de acordo com a seguinte expressão:CEA = 40% A + 37% B + 13% C + 10% Donde, A corresponde à classificação obtida no módulo de Adaptação de Lentes de Contacto, B à classificação obtida no módulo de Frente de Onda e Aberrações Oculares, C à classificação obtida no módulo de Microscopia Endotelial, Topografia e Paquimetria Corneal e D à classificação obtida no módulo de Cirurgia Refrativa.

A avaliação do módulo A é determinada por um conjunto de perguntas e pela análise de um artigo científico enquanto a avaliação do módulo C por um conjunto de perguntas e pela realização de um trabalho. A classificação do módulo B e D é determinada apenas por um conjunto de questões sobre a matéria leccionada. Os coeficientes de ponderação de cada componente dos módulos são definidos pela seguinte expressão:

Módulo A = 80% TE + 20% AA
Módulo B = 100% TE
Módulo C = 80% TE + 20% TR
Módulo D = 100% TE

onde, TE corresponde à classificação obtida no teste escrito, AA e TR à classificação obtida na análise do artigo científico e no trabalho, respetivamente.

A classificação no período de exames (CE) será determinada de acordo com a seguinte expressão:

CE = 40% A + 37% B + 13% C + 10% D

onde, A corresponde à classificação obtida no módulo de Adaptação de Lentes de Contacto, B à classificação obtida no módulo de Frente de Onda e Aberrações Oculares, C à classificação obtida no módulo de Microscopia Endotelial, Topografia e Paquimetria Corneal e D à classificação obtida no módulo de Cirurgia Refrativa.

A avaliação do módulo A é determinada por um conjunto de perguntas e pela análise de um artigo científico enquanto a avaliação do módulo C por um conjunto de perguntas e pela realização de um trabalho. A classificação do módulo B e D é determinada apenas por um conjunto de questões sobre a matéria leccionada. Os coeficientes de ponderação de cada componente dos módulos são definidos pela seguinte expressão:

Módulo A = 80% TE + 20% AA
Módulo B = 100% TE
Módulo C = 80% TE + 20% TR
Módulo D = 100% TE

onde, TE corresponde à classificação obtida no teste escrito durante a época de exames, AA e TR à clssificação obtida na análise do artigo científico e no trabalho, respetivamente, durante o periodo ensino-aprendizagem.

Nos alunos trabalhadores estudantes, a ausência às aulas não será penalizada, mas terão de realizar todos os elementos de avaliação obrigatórios, estando sujeitos aos mesmos critérios de classificação

Bibliografia principal Philips, A. J.; Stone, J.; (2007) Contact Lenses. (5th ed.), Butterworths - U.K.. Efron, N. (2010) Contact lens practice (2nd ed.) Edinburgh : Butterworth-Heinemann/Elsevier. Efron, N. (2004) Contact lens complications. (2nd ed.),Edinburgh Butterworth-Heinemann. Spalton, DJ (2005) Atlas of Clinical Ophtalmology. 3rd Edition. Elsevier Mosby. Philadelphia. Villa-Collar C., Gonzalez-Meijome J.M.;(2006) Ortoqueratologia Nocturna. (1st ed.), Madrid: ICM-Colegio Nacional de Ópticos-Optometristas de España; Santos, S.; (2006) Contactología clínica. (2nd ed.) Publicação Barcelona : Masson. Ledford, J.K.; Sanders, V.N.; (1998) The Slit Lamp Primer, (1st ed.), Slack Incorperated -U.S.A. Wavefront Customized Visual Correction, The Quest for Super Vision II, Ronald, R. Krueger; Raymond A. Applegate; Scott M. MacRae (2004), Editora SLACK Incorporated. Corneal topography in the Wavefront Era: A Guide for Clinical Application, M. Wang (2006) Editora SLACK Incorporated. Cornea and External Eye Disease (Essentials in Ophthalmology), T. Reinhard, F. Larkin (2010) Springer. The Fourier Transform and Its Applications, R.Bracewell (1965) Editora McGraw-Hill. Introduction to Fourier Optics, J. W. Goodman (1968) Editora McGRAW-Hill. Optics of the Human Eye, D. A. Atchison, G. Smith (2000) Editora Butterworth-Heinemann.
Língua Português
Data da última atualização: 2016-06-02
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.