Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Design de Moda
  4. Design de Moda e Ergonomia

Design de Moda e Ergonomia

Código 12762
Ano 3
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária T(15H)/TP(30H)
Área Científica Design de Moda
Tipo de ensino diurno
Estágios não aplicável
Objectivos de Aprendizagem Esta Unidade Curricular tem como principal objetivo desenvolver competências para a aplicação de conhecimentos e procedimentos metodológicos suportados pela da Ergonomia no Design de Vestuário (Design de Moda). No final desta UC o estudante deve ser capaz de:
• Reconhecer a importância, procedimentos, métodos e disciplinas ligadas a Ergonomia no ciclo de vida útil de um produto de vestuário e “moda”;
• Trabalhar com procedimentos racionais e métodos da ergonomia aplicados ao Design de vestuário;
• Identificar no projeto de um vestuário e “moda” as necessidades do utilizador e do ambiente de interação;
• Conceber um produto de vestuário ou “moda” que respeite as limitações físicas, fisiológicas e cognitivas dos utilizadores, sem comprometer os requisitos do projeto
. Ser capaz de por em prática medidas para eliminar desadequações nos produtos, em fase de projecto ou re-design.
. Promover, em fase de projecto, a adequação do produto ou sistema ao homem com foco nas vertentes físicas, cognitivas e sócio-culturais.
Conteúdos programáticos 1.MÓDULO I – INTRODUÇÃO A ERGONOMIA NO DESIGN
1.1 Introdução a Ergonomia no Design;
1.2 Análises da função de um produto;
1.3 Design X Engenharia: competências, convergências e divergências;
1.4 Origens e evolução da Ergonomia;
1.5 Produção Artesanal e Produção Industrial;
1.6 Conceitos de "Falha Humana";
1.7 Custos e benefícios;
1.10 Ergonomia Física; Cognitiva e Organizacional;
1.11 Ergonomia de produto x Ergonomia de produção;
1.12 Ergonomia de correção x Ergonomia de conceção;
1.13 Introdução a Antropometria;
1.14 O que não é Ergonomia;
1.15 Introdução ao conceito de Sistema Humano-Máquina.

2.MÓDULO II – Ergonomia e Design de Produto Moda
2.1 Ergonomia no ciclo de vida útil de um produto de vestuário.
2.2. Ergonomia no design do produto de Vestuário: Estudos preliminares; Estudos detalhados; Execução e Avaliação.
2.3. Metodologias de avaliação. Heurísticas; brainstorming ; check-lists; entrevistas; questionários; observação; matriz de descoberta e análise do valor.
3. Módulo III - Desenvolvimento e validação do Projeto centrado no Utilizador
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação UC teórico prática, em que os conhecimentos teóricos serão avaliados através da sua aplicação na realização de trabalhos práticos de pesquisa, desenvolvimento e conceção de produtos de design de moda. Os trabalhos, cujos enunciados são baseados no conteúdo programático da UC, avaliarão os conhecimentos teóricos adquiridos pelo aluno no âmbito da UC, e a sua capacidade de aplicação prática.
Os trabalhos serão parcialmente executados na aula, sendo o acompanhamento feito na aula pelos docentes parte integrante da avaliação. Os critérios de avaliação de cada trabalho são descritos nos respetivos enunciados. Genericamente serão considerados para cada trabalho:
• A correta aplicação do respetivo protocolo de trabalho;
• A metodologia utilizada no processo de pesquisa e desenvolvimento;
• A aplicação dos conteúdos desenvolvidos nas aulas;
• A qualidade e inovação das soluções apresentadas;
• A qualidade de apresentação;
• A qualidade final do trabalho.
Não são aceites trabalhos que não tenham sido acompanhados pelos docentes nas aulas.
O trabalho é contabilizado para a nota final de frequência e melhoria.
Nota mínima para aprovação à UC: 10.
Os alunos poderão entregar melhorias dos trabalhos realizados ao longo do semestre. No exame só serão aceites trabalhos desenvolvidos a partir dos trabalhos entregues no final do semestre e acordados com o docente. Para cada trabalho, a nota final resulta da média da nota do semestre (Classificação Aprendizagem) e da nota do exame, calculada da seguinte forma: nota do semestre 30%; nota do exame 70%. Se a nota do exame for inferior à nota do semestre, apenas será considerada a nota do semestre.
Bibliografia principal Stanton, N., Salmon, P., Rafferty, L., Walker, G., Baber, C., Jenkins, D. (2013). Human Factors Methods. London: CRC Press.
Ameli,M., (2001). “Product development approach”. International Encyclopedia of Ergonomics and Human Factors, Taylor & Francis, 951-953.
Grandjean, E. (1998). Fitting the Task to the Man: A Textbook of Occupational Ergonomics. London: Taylor& Francis.
Green,W.S. and Jordan,P.W., (1999). “Human Factors in Product Design”. Taylor & Francis.
Moraes, A., Montalvão, C.(2000). Ergonomia: conceitos e aplicações.: 2AB, Rio de Janeiro.
Norman, D. A. (1998). The design of everyday things, MIT Press.
Norman, D. A. (2005). Human-centered design considered harmful. interactions, 12(4), 14-19
Norman, Donald & Verganti, Roberto. (2014). Incremental and Radical Innovation: Design Research vs. Technology and Meaning Change. Design Issues. 30. 78-96. 10.1162/DESI_a_00250.
Osborne, D. J. 1982. Ergonomics at Work. John Wiley. New Jersey.
Pheasant, S. (1996). Bodyspace: anthropometry, ergonomics and the design of human work. London: Taylor& Francis.
Stanton, N. (1998). Human Factors in Consumer Products, Taylor & Francis.
Rebelo, F., & Soares, M. (Eds.). (2016). Advances in Ergonomics in Design: Proceedings of the AHFE 2016 International Conference on Ergonomics in Design, July 27-31, 2016, Walt Disney World®, Florida, USA (Vol. 485). Springer.
Rebelo, F., & Soares, M. (Eds.). (2017). Advances in Ergonomics in Design: Proceedings of the AHFE 2017 International Conference on Ergonomics in Design, July 17- 21, 2017, The Westin Bonaventure Hotel, Los Angeles, California, USA (Vol. 588). Springer.
Munari, B., & Rodriguez, C. A. (1993). ¿ Cómo nacen los objetos?. Gustavo Gili.
Munari, B., & De Vasconcelos, J. M. (1981). Das coisas nascem coisas.
Baxter, Mike. Projeto de Produto: guia prático para o desenvolvimento de produtos. São Paulo: Blücher, 1998.
Bonsiepe, Gui. Design: como prática de projeto. São Paulo: Blücher, 2012.
Língua Português
Data da última atualização: 2016-06-23
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.