Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Filosofia
  4. Projeto de Tese

Projeto de Tese

Código 13032
Ano 1
Semestre S2
Créditos ECTS 15
Carga Horária OT(5H)/S(40H)
Área Científica Filosofia
Tipo de ensino Presencial
Estágios não se aplica.
Objectivos de Aprendizagem 1. Ter elaborado, nas suas linhas fundamentais, um projeto temático de investigação em filosofia e ser capaz de o apresentar / defender, oralmente, de forma espontânea, com argumentos filosoficamente fundados;
2. Ser capaz de explicitar e emitir juízos críticos e fundamentados sobre processos histórico-filosóficos complexos, v.g., a ‘onto-teo-ego-logia’ ocidental, a ‘ocultação do Ser pelos entes’, a relação crítica da Filosofia com a Cultura, entre outros;
3. Revelar domínio de bibliografia essencial, fontes e estudos, sobre o tema que está a investigar, bem assim de bibliografia limítrofe, e em especial, estar a par dos resultados recentes na área da sua investigação (livros e artigos);
-----
1. Estimular o gosto pela interrogação, pelo ‘olhar de ângulo’, pela autognose;
2. Fomentar competências de análise, de síntese e de crítica, bem assim a capacidade de iniciativa e de pensamento próprio;
3. Incentivar a discussão argumentada e incutir hábitos de autonomia.
Conteúdos programáticos 1. Acerca do significado e da importância de pensar um ‘projecto de tese’.

a. “Que significa pensar?” A Filosofia como indagação em aberto.
b. Projectum > o projecto. Um lance sujeito ao tempo e à contingência;
c. Subjectum > o ‘sujeito’. O tema / assunto e a apropriação subjectiva;
d. Thesis > a tese. A ousadia de querer pensar e erguer um ponto de vista.

2. Revisão de metodologias de análise filosófica, visando a sua aplicação a um projeto de tese.

3. Apreciação dos Projectos de Investigação, fases e tarefas.

a. Tema, interrogação, título;
b. O que é e como elaborar o status quaestionis de um assunto;
c. Definição dos objectivos de um projecto.
d. Estratégias de desenvolvimento e estruturação da tese;
e. Plano detalhado e cronograma orientador;
f. Como organizar e usar a bibliografia primária e secundária.
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação A classificação final decorrerá: a) da apresentação, escrita e oral, perante os orientadores, o professor da UC e um arguente externo, do projeto de investigação individual que o doutorando planeia registar como plano de trabalho do seu doutoramento. Este projecto deve ser entregue até ao dia 20 de junho de 2022 (60%). As apresentações orais decorrerão na 1.ª semana de julho; b) da participação activa nas sessões de Seminário: preparação de sessões, qualidade das intervenções orais, interesse manifesto, assiduidade, pontualidade, etc. (40%). Nesta UC não há lugar a exame.
Bibliografia principal A.A., A Epopeia de Gilgamesh, versão port. Pedro Tamen, Veja, Lisboa, 1989.
CASTORIADIS Cornelius, A Ascensão da Insignificância, trad. por.: C. Correia de Oliveira, Editorial Bizâncio, Lisboa, 2012.
ECO Umberto, Como se faz uma tese em Ciências Humanas, trad. port.: A.F. Bastos & L. Leitão, Editorial Presença, Lisboa, 1997.
HEIDEGGER Martin, «Construir, Habitar, Pensar», «…Poeticamente, o homem habita», in Ensaios & Conferências, trad. port.: M. Fogel & M. Schuback, Editora Vozes, Petrópolis, 2012, pp.125-141, pp.165-181.
HEIDEGGER Martin, Was Heisst Denken?, in Gesamtausgabe, B. 8, Vittorio Klostermann, Frankfurt am Main, 1954 (trad. fra.: A. Becker & G. Granel, Qu'appelle-t-on penser?, PUF, Paris, 1973).
WEBER Max, Ciência como Vocação, trad. port. Artur Morão, LusoSofia: Press / UBI, Covilhã, [2010].
Língua Português
Data da última atualização: 2022-06-17
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.