Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Sociologia: Exclusões e Políticas Sociais
  4. Metodologias Avançadas de Apoio à Investigação

Metodologias Avançadas de Apoio à Investigação

Código 13390
Ano 2
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(30H)
Área Científica Sociologia
Tipo de ensino Presencial
Estágios Não se aplica
Objectivos de Aprendizagem Objetivos
- Conferir e/ou reforçar competências metodológicas, fornecendo instrumentos para a investigação em Ciências Sociais, em particular na formulação do problema e fundamentação lógica
- Contribuir para a capacitação e autonomia das alunas e dos alunos na elaboração de um projecto
de investigação próprio
- Promover o desenvolvimento de uma consciência ética e crítica em torno das atividades de investigação e da produção do conhecimento científico tendo presentes os objetivos definidos e o campo de estudo
- Dotar as alunas e os alunos de instrumentos orientados para a comunicação escrita e oral estruturada, clara e consistente dos objetivos, métodos, resultados e fontes utilizadas
- Acompanhar as propostas de investigação individuais
Resultados de aprendizagem
Esta é uma UC de cariz essencialmente pragmático em que se pretende colmatar eventuais lacunas nos quadros metodológicos adquiridos pelos alunos e alunas, questionar e problematizar as escolhas feitas ao nível metodológico para o seu projeto de dissertação de forma a dar continuidade à interiorização de uma atitude crítica dos e das discentes face ao mundo social e ao seu próprio trabalho, induzindo assim a reflexividade e a assertividade e ainda desenvolver a capacidade de exposição e defesa de ideias e propostas mediante as apresentações periódicas dos projetos em desenvolvimento.
Conteúdos programáticos 1. Reactualização das principais noções de Metodologia em Ciências Sociais: a lógica e a estratégia da investigação científica
1.1. Conhecimento como construção e abstracção
1.2. Problemática teórica, problemas e meios de investigação
1.3. Questões éticas em torno das actividades de investigação e produção do conhecimento científico
2. As diversas etapas de uma investigação
2.1. Definição do tema, questões de partida e hipóteses exploratórias
2.2. Conceptualização
2.3. Operacionalização e observação
2.4. Análise de dados, resultados e conclusões
3. Métodos e Técnicas de Investigação Social: reactualização/aprofundamento de conhecimentos teórico-práticos
3.1. Pesquisa extensiva: o inquérito
3.2. A entrevista
3.3. As histórias de vida
3.4. Pesquisa intensiva: estudos de caso, pesquisa de terreno, observação
participante, a abordagem etnográfica; a investigação-acção
3.5. Os “métodos combinados”
4. Noções práticas para a elaboração de teses, artigos e relatórios.
5. Acompanhamento de casos e projectos de investigação individuais
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação 1.Elaboração de um pré-projeto com apresentação oral (15%) e entrega escrita (35%) 2.Trabalho escrito (individual) sobre uma técnica de investigação a utilizar na dissertação com entrega escrita (40%) e apresentação oral (10%) Assiduidade (50% das sessões)
Bibliografia principal ALBARELLO, Luc et al (1997). Práticas e Métodos de Investigação em Ciências Sociais. Lisboa: Gradiva. ALMEIDA, J. F. e PINTO, J. M. (1976), “Condições e Problemas Genéricos da Pesquisa Empírica” in A Investigação nas Ciências Sociais, Lisboa: Editora Presença. pp. 61-114 BEAUD, M. et D.LATOUCHE (1992). L'art de la thèse: comment préparer et rédiger une thèse,un mémoire ou tout autre travail universitaire. Paris: La Découverte. BELL, Judith (1993). Como realizar um projecto de investigação. Lisboa: Gradiva. BOAVENTURA, Edivaldo M. (2004). Metodologia de pesquisa. São Paulo: Editora Atlas. BOURDIEU, P. (1989), "Introdução a uma Sociologia Reflexiva" in O Poder Simbólico, Lisboa: Edições Difel. pp. 17-58. FINK, A. (2009). Conducting research literature reviews: from the Internet to paper. Los Angeles: Sage Publications. HILL, M. M. E HILL, A. (2000), Investigação por questionário. Lisboa: Edições Sílabo. QUIVY, R. e L. CAMPENHOUDT(2003), Manual de Investigação em Ciências Sociais, Lisboa: Gradiva. RAGIN, Charles and Lisa Amoroso (2010), Constructing Social Research, London: Sage/Pine Forge; 2º ed. SCHMITTER, P. C. (2008), “The design of social & political research” in Della Porta, D. e M. Keating (eds.) Approaches and Methodologies in the Social Sciences. A Pluralist Perspective. Cambridge: Cambridge University Press. SANTO, Paula Espírito (2015). Introdução à metodologia das Ciências Sociais. Génese, fundamentos e problemas. Edições Sílabo. SILVERMAN, D. (2013) A Very Short, Fairly Interesting, Reasonably Cheap Book about Qualitative Research. 2nd Edition. London: Sage SILVERMAN, D. (2013) Doing Qualitative Research:A Practical Handbook. 4th Edition. London: Sage. TURNER, Jonathan (2005), “A new approach for theoretically integrating micro and macroanalysis”,em Craig Calhoun, C. Rojek, B. Turner (Eds.), The Sage Handbook of Sociology, Londres: Sage, pp. 405-422. Outras referências adaptadas aos projetos específicos
Língua Português
Data da última atualização: 2019-03-19
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.