Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Relações Internacionais
  4. Debates Teóricos em Relações Internacionais

Debates Teóricos em Relações Internacionais

Código 13608
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(30H)
Área Científica Relações Internacionais
Tipo de ensino Presencial
Estágios N/A.
Objectivos de Aprendizagem Objetivos gerais:
A unidade curricular Debates Teóricos em Relações Internacionais pretende contribuir para o desenvolvimento das capacidades analíticas e críticas dos alunos dotando-os das ferramentas conceptuais e teóricas necessárias a uma compreensão aprofundada das relações internacionais, nas suas várias dimensões, enquanto fenómeno emergente da condição de multiplicidade das comunidades políticas humanas à escala global.

Resultados esperados:
No final do semestre, os alunos devem ser capazes de:
- Compreender o contexto do desenvolvimento dos vários debates teóricos em relações internacionais;
- Compreender os principais fundamentos, mais-valias e insuficiências das diferentes abordagens teóricas às relações internacionais;
- Usar as diferentes abordagens teóricas às relações internacionais para discutir criticamente fenómenos internacionais, tanto históricos como contemporâneos;
- Compreender a relação íntima entre teórica e prática em relações internacionais.
- Identificar adequadamente fontes de informação relevantes para a temática estudada e analisar essa informação de forma crítica e integrada.
- Revelar capacidade para pensamento independente e crítico e para a sua comunicação por via escrita e oral.
Conteúdos programáticos 1. O que é uma teoria das relações internacionais?
2. Grandes debates em teoria das relações internacionais
3. O realismo clássico
4. O realismo estrutural/neorrealismo. Realismo neoclássico
5. Liberalismo
6. Neoliberalismo
7. A Escola Inglesa
8. Construtivismo
9. Marxismo
10. Teoria crítica
11. Feminismo
12. Pós-modernismo/Pós-estruturalismo
13. Pós-colonialismo
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação - Trabalho individual (50% = 10 valores)
- Duas recensões críticas individuais (40% = 8 valores)
- Participação aulas práticas (10% = 2 valores)

A aprovação na unidade curricular implica a obtenção de uma classificação média final igual ou superior a 10 valores, o que significa dispensa de exame final.

Os alunos que não obtiverem a média ponderada de 10 valores serão admitidos a exame final desde que, de acordo com o Regulamento de Avaliação em vigor na Universidade da Beira Interior, tenham obtido uma classificação final mínima de 6.
Bibliografia principal International Relations Theories: Discipline and diversity, Tim Dunne, Milja Kurki e Steve Smith [eds.] (Oxford, Oxford University Press, 2016).

Theories of International Relations, Scott Burchill et al. [eds.] (Basingstoke, Palgrave Macmillan, 2013).

Classics of International Relations: Essays in criticism and appreciation, Henrik Bliddal, Casper Sylvest e Peter Wilson [eds.] (Abingdon, Routledge, 2013).

International Relations Theory Today, Ken Booth e Tony Erskine [eds.] (Cambridge, Polity Press, 2016).
International Theory: positivism and beyond, Steve Smith, Ken Booth e Marysia Zalewski [aut.] (Cambridge, Cambridge University Press, 1996).

The Globalization of World Politics: An introduction to international relations, John Baylis, Steve Smith e Patricia Owens [eds.] (Oxford, Oxford University Press, 2011).

Teorias das Relações Internacionais: Da abordagem clássica ao debate pós-positivista, José Teixeira Fernandes [aut.] (Coimbra, Almedina, 2011).

Teoria das Relações Internacionais, Adriano Moreira [aut.] (Coimbra, Almedina, 2016).

Relações Internacionais: As teorias em confronto, James Dougherrty e Robert Pfaltgraff [aut.] (Lisboa, Gradiva, 2003).

Outras fontes bibliográficas, nomeadamente artigos científicos e capítulos de livros, serão referidas e providenciadas no contexto das aulas.
Língua Português
Data da última atualização: 2018-07-06
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.