Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Filosofia
  4. Filosofia Medieval I

Filosofia Medieval I

Código 5932
Ano 2
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica Filosofia
Pré-requisitos Não tem.
Tipo de ensino Presencial, teórico-prático.
Estágios Não se aplica.
Objetivos Gerais e Resultados de Aprendizagem Introduzir o aluno no pensamento e na cultura da Idade Média, de modo que conheça os factores determinantes,a fontes, os temas (Deus, alma, mundo, lógica, fé, razão...), as correntes filosóficas, os autores e textos fundamentais na Idade Média latina. No final da Unidade Curricular o estudante deve ser capaz de:
1. Situar os autores estudados no espaço, no tempo e no contexto histórico;
2. Analisar um trecho de uma obra estudada de cada autor, e elaborar sobre ele um pequeno texto escrito
3. Demonstrar por escrito capacidade de definir noções e expressões, como «mediaevum» «aeternitas», «persona», «translatio studiorum», «fides quae / fides que», «fides quaertens intellectum», «argumento ontológico», «quinquae viae», ..
4. Discutir a noção de «Idade Média»;
5. Avaliar e denunciar os preconceitos negativos que pesam sobre a «Idade Média».
Conteúdos / Programa INTRODUÇÃO. A noção de ‘Idade Média’ no âmbito de uma periodização convencional histórica da Filosofia. As matrizes as correntes e os momentos fundamentais do pensamento tardo-antigo e medieval.

1. “Translationes studiorum” (sécs. V-IX). Introdução geral à problemática filosófico-cultural da manutenção e transmissão dos saberes (“trivium” e “quadrivium”) na alta Idade Média, face à derrocada do Império Romano: traduzir, comentar, conciliar, transmitir.Introdução aos autores deste período.

2. Anselmo de Cantuária (1033-1109)e a “fides quaerens intellectum”.

3. Introdução à noção ‘Falsafa’ árabe: autores, temas e problemas. O "Discurso Decisivo" de Averróis (1126-1198).

4. Introdução geral à Filosofia nos sécs. XII e XIII. As ‘Escolas’, a redescoberta de Aristóteles. Boaventura, Tomás de Aquino, Duns Scoto.

CONCLUSÃO. o Nominalismo do séc. XIV e O 'princípio do fim' da Idade Média.

Bibliografia / Fontes de Informação GILSON Étienne, La philosophie au Moyen Age, des origines patristiques à la fin du XIVe siècle, Payot, Paris, 1986 [A Filosofia na Idade Média. Das origens patrísticas até ao fim do séc. XIV, Martins Fontes, São Paulo, 1995]

N.B. Os textos de autor serão fornecidos durante a leccionação.
Actividades de Ensino-Aprendizagem e Metodologias Pedagógicas O percurso didático-pedagógico proposto para Filosofia Medieval I constará de módulos correspondentes a cada um dos pontos do programa. Em cada módulo haverá aulas de exposição e introdução aos temas e autores; aulas de teor mais prático com interpretação de textos, comentário, diálogo, esclarecimento de dúvidas e debate com os alunos. Nestas aulas haverá forte vinculação à análise textual, ao reconhecimento, nos textos, dos autores, dos temas e do contexto histórico daqueles. É pedido aos alunos que façam regularmente pequenos trabalhos de investigação sobre o tema do módulo.
Língua Português

Curso

Filosofia
Data da última atualização: 2014-08-07
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.