Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. Artigo científico do CICS na lista dos mais lidos de 2016 em revista internacional

Artigo científico do CICS na lista dos mais lidos de 2016 em revista internacional

  2017-01-26       UBI     Faculdade de Ciências da Saúde

Img:

Publicação da área da Farmácia em destaque no “Journal of Managed Care & Specialty Pharmacy”.

Um artigo de investigadores do Centro de Investigação em Ciências da Saúde (CICS) foi o 9.º mais lido do ano de 2016, entre os publicados na revista científica internacional “Journal of Managed Care & Specialty Pharmacy”.

O trabalho intitulado “Pharmacist Interventions in the Management of Type 2 Diabetes Mellitus: A Systematic Review of Randomized Controlled Trials” é da autoria de Sarah Pousinho (Mestre em Ciências Farmacêuticas pela FCS-UBI e aluna de 3.º Ciclo em Ciências Farmacêuticas), Manuel Morgado (Professor Auxiliar Convidado da FCS-UBI), Amílcar Falcão (Professor Catedrático da Universidade de Coimbra) e Gilberto Alves (Professor Auxiliar da FCS-UBI e investigador do CICS-UBI).

A entrada no top-10 de leituras demonstra a relevância da investigação realizada no CICS e FCS. A revista onde foi publicado o trabalho é uma das mais conceituadas na área científica “Health Professionals”, ocupando a primeira posição na subcategoria “Pharmacy”, segundo métricas referentes a 2015 (IPP - Impact per publication; CWTS Journal Indicators: http://www.journalindicators.com/indicators).

No artigo “Pharmacist Interventions in the Management of Type 2 Diabetes Mellitus: A Systematic Review of Randomized Controlled Trials”, os investigadores analisam o papel que os farmacêuticos podem desempenhar enquanto elementos integrantes de equipas de prestação de cuidados de saúde, na gestão e acompanhamento de doentes.

Concluem que se poderá justificar, num futuro próximo, uma mudança de paradigma nos procedimentos e políticas a implementar na abordagem de diversas doenças crónicas, entre elas a diabetes mellitus tipo 2, cuja prevalência e incidência estão a crescer de forma preocupante a nível mundial e que centrou a atenção dos autores no estudo.

Partilhar

Data da última atualização: 2017-01-26
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.