Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. Elisa Calado Pinheiro escolhida como mulher de referência na Covilhã

Elisa Calado Pinheiro escolhida como mulher de referência na Covilhã

  16 de março de 2021  

Img:

A Câmara da Covilhã escolheu a fundadora do Museu de Lanifícios como uma das mais importantes mulheres da história recente da cidade.

Elisa Calado Pinheiro, grande impulsionadora do Museu de Lanifícios da Universidade da Beira Interior (UBI) e docente aposentada da academia, é a escolha da Câmara Municipal da Covilhã (CMC), no âmbito da iniciativa “Ser referência. SER MULHER”.

O desafio foi lançado pela Estrutura Federativa das Mulheres Socialistas do Distrito de Castelo Branco, por altura das comemorações do Dia Internacional da Mulher, a 8 de março.

O presidente da CMC, Vítor Pereira, considera Elisa Calado Pinheiro, “notável investigadora nas áreas de história da indústria, museologia e património industrial” e “um grande vulto da cultura.

O autarca destaca que, ao longo da sua admirável carreira, (re)construiu as memórias do património industrial da Covilhã e fundou o Museu dos Lanifícios.

“Profunda conhecedora de um espólio fabril que é único em Portugal, integra o conselho consultivo da candidatura da Covilhã a Cidade Criativa da Unesco. Elisa Pinheiro é uma mulher ilustre, referência que, ao resgatar a história da Covilhã, escreveu já o seu nome nela”, acrescenta o autarca, texto publicado pelo Museu dos Lanifícios, para homenagear a sua fundadora.

A também docente aposentada da UBI Maria Antonieta Garcia foi escolhida pela Câmara do Fundão e a Câmara de Castelo Branco elegeu Eugénia André, diretora clínica da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco e docente da Faculdade de Ciências da Saúde.

Partilhar

Data da última atualização: 2021-03-16
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.