Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cândido Manuel Passos Morgado

Cândido Manuel Passos Morgado

Reitor Emérito da Universidade da Beira Interior

Img:

Major General Engenheiro Aeronáutico, licenciado em Ciências Matemáticas e doutorado em Física, Passos Morgado está ligado ao Ensino Superior na região desde há várias décadas. O seu nome fica associado à história da UBI por ter sido o primeiro reitor da instituição. Tomou posse a 21 de Agosto de 1980 como reitor do então Instituto Universitário da Beira Interior e acabaria por assumir o cargo, com a transição para universidade – em 1986 – até 19 de Janeiro de 1996.



"Ao longo dos 17 anos em que esteve à frente da UBI foram criados departamentos e cursos, tendo sido dotados de meios humanos qualificados. Entre os méritos da sua gestão neste plano conta-se ter sido pioneiro na captação de professores doutorados oriundos do Leste Europeu.

No que toca a infraestruturas, lançou os atuais quatro pólos da instituição, com uma característica que tem marcado a história da UBI: a transformação das antigas fábricas ligadas aos têxteis em faculdades. A recuperação do Convento de Santo António, que se encontrava em ruínas e onde funciona atualmente a reitoria, é outra das suas bandeiras. Ainda segundo a UBI, “apostou decisivamente na ação social”.

“Personalidade forte e de grande visão estratégica” é como António Fidalgo classifica Passos Morgado. O atual reitor da Universidade da Beira Interior foi quem propôs a homenagem, lembrando que o antigo responsável esteve no processo de conversão do Instituto Politécnico da Covilhã para Instituto Universitário da Beira Interior, em 1979, e depois na passagem de Instituto Universitário a Universidade, em 1986.

Com 80 anos, licenciado em Ciências Matemáticas e doutorado em Física, Passos Morgado foi Major General Engenheiro Aeronáutico. À frente da UBI mostrou também espírito combativo. “Para afirmar e defender a UBI não se coibiu de lutar com o poder central e com o poder local”, ao mesmo tempo que fez uma “gestão parcimoniosa dos dinheiros públicos”, ainda de acordo com António Fidalgo, que com ele trabalhou nas funções de vice-reitor, à semelhança de Manuel Santos Silva, reitor da UBI entre 1996 e 2009.

“Referência na história da UBI”, diz António Fidalgo

“O Professor Passos Morgado continua a ser uma referência na história e nos destinos da UBI. Homenageando o Professor Passos Morgado com o título de Reitor Emérito, a Universidade assume um passado de enorme empenho e determinação para melhor enfrentar os desafios do presente”, conclui António Fidalgo."



In Urbi@Orbi.


Outras informações:
- Reitor Emérito da Universidade da Beira Interior desde 30 de abril de 2014;
- Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública (2010);
- Medalha Mérito Municipal em prata em 10 de Outubro de 1989.

Data da última atualização: 06-01-2016
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.