Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Ensino de Filosofia no Ensino Secundário
  4. Seminário de Filosofia I

Seminário de Filosofia I

Código 12183
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 10
Carga Horária TP(45H)
Área Científica Filosofia
Tipo de ensino Ensino teórico-prático e em regime presencial.--
Estágios Não se aplica.--
Objectivos de Aprendizagem O principal objectivo da UC é proporcionar aos estudantes uma compreensão mais específica de temas e subtemas da filosofia presentes nos programas de filosofia do 10.º ano. São visadas, em especial, três competências: 1. Adquirir visão temática e problemática do programa. 2. Actualizar conhecimentos em torno de questões ou problemáticas da filosofia. 3. Dotar os estudantes de instrumentos conceptuais e modelos interpretativos e argumentativos adequados ao estudo das questões e alicerçados no texto filosófico.--
Conteúdos programáticos TEMA I – Uma iniciação à filosofia
Filosofia Teórica e Filosofia Prática
Criticismo da filosofia
O texto filosófico
Filosofia, ciência, religião

TEMA II – Ação Humana
Conceito de ação
O problema do livre-arbítrio
Axiologia: subjetivismo e objetivismo
Valores e cultura
Interculturalismo e multiculturalismo

TEMA III – Ética e Política
Fundamentação kantiana da ética
Determinismo e livre-arbítrio
Tolerância política
Educação e democracia
Ideia da justiça: Rawls e Nozick

TEMA IV – Estética e Arte
Teorias da beleza
Estética e criticismo
Modos de estética
O processo criativo
Emoção e arte

TEMA V – Religião
O sagrado e o profano
Razão e fé
O ecumenismo
--
Bibliografia principal Amaral, J. A. (2014). Modelação normativa no Direito e mesomorfologia da decisão em Aristóteles.
Barata, A.. A (in)compatibilidade entre liberdade e determinismo.
Bento, A. (2012). Razão de Estado e Democracia. Edições Almedina, Lisboa
Domingues, J.A. (2005). Lyotard e Snow – experimentação do acinema.
Rosa, J. M. S. (2007). As Confissões de Santo Agostinho: retóricas da fé. In Didaskalia 37, pp. 97-119.
Santos, A.L. (2012). Fundamentos Naturais da Ética: onde está o contra-senso?. In Actas do Colóquio
Porquê dilemas éticos se temos neurónios?. FF da UCP.
Santos, J. M. (2011). O que é e para que serve fundamentar a moral?. In Philosophica, nº 37.
Serra, J. P. (2008). A arte como abertura ao mundo.
Sidoncha, U. M. (2009). A Reabilitação do Sensível em Merleau-Ponty tendo como pano de fundo a Filosofia
de Kant. In Phainomenon 18. Lisboa: CF da UL.--
Língua Português
Data da última atualização: 2020-01-16
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.