Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Empreendedorismo e Inovação Social
  4. Metodologias de Gestão e Avaliação de Projetos

Metodologias de Gestão e Avaliação de Projetos

Código 12311
Ano 1
Semestre S2
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(30H)
Área Científica Sociologia
Tipo de ensino Presencial
Objectivos de Aprendizagem É objectivo da UC qualificar actuais e futuros profissionais numa capacitação para agir em contextos de trabalho colectivo, envolvendo agentes de perfil distinto. É igualmente objectivo o de desenvolver competências no domínio específico da mediação.

Conteúdos programáticos 1.Investigação-Acção e metodologias participativas
1.1. Definição e especificidades da Investigação-Acção
1.2. Introdução à questão da participação
1.3. Alguns factores críticos na implementação de Projectos Sociais
2. A avaliação (participada) de Projectos Sociais
2.1. Em torno do conceito de avaliação e das suas práticas
2.2. Empowerment, participação e parceria: da sua gestão à avaliação
2.3. Garantir a sustentabilidade, avaliar a sustentabilidade

Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação A avaliação na UC contempla dois regimes possíveis: o de Avaliação Contínua e o de Avaliação Final.

Avaliação Contínua

1 - O sistema de avaliação rege-se por uma lógica de “avaliação contínua”, contemplando três critérios:
? Uma avaliação de grupo, com uma ponderação de 40%;
? Uma avaliação individual, com uma ponderação de 50%.
? Participação ativa nas aulas, contemplando dimensões como a participação nos debates e contributo para a discussão dos temas, com uma ponderação de 10%.

Avaliação Final

O regime da avaliação final remete o estudante diretamente (e sempre) para Exame Final. A sua admissão a este exame será feita a partir do momento em que tenha mais de 7,0 valores no exercício de avaliação individual, que terá de obrigatoriamente realizar.
Bibliografia principal - Principal

EQUAL (2003), Auto-avaliação dos Projectos, Lisboa, Equal

GUERRA, I. (2000), Fundamentos e Processos de uma Sociologia da Acção, Cascais, Principia

GUERRA, I. (2006), Participação e Acção Colectiva, Cascais, Principia

- Complementar

AA.VV. (1996), Sociologia – Problemas e Práticas, nº 22, 1996

MARTÍN, F. A. (2002), Metodologia de la evaluación de programas, Madrid, CIS

MOLINA, J. L. (2001), El análisis de redes sociales. Una introducción, Barcelona edicions bellaterra

MONTEIRO, A. (1996), “A avaliação nos projectos de intervenção social: reflexões a partir de uma prática”, Sociologia – Problemas e Práticas, nº 22, pp. 137-154

MONTEIRO, A. (1995), O lugar e o papel dos actores num processo de Investigação-Acção, Covilhã, UBI

SCHIEFER, U. et al. (2006), Manual de Facilitação para a Gestão de Eventos e Processos Participativos, Cascais, Principia

SCHIEFER, U. et al. (2006), Manual de Planeamento e Avaliação de Projectos, Cascais, Principia
Língua Português
Data da última atualização: 2021-05-31
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.