Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Arquitetura
  4. História da Arquitetura Portuguesa II

História da Arquitetura Portuguesa II

Código 14107
Ano 3
Semestre S2
Créditos ECTS 5
Carga Horária T(45H)
Área Científica Teoria e História da Arquitetura
Objectivos de Aprendizagem A unidade curricular de História da Arquitectura Portuguesa II tem por objetivo conferir conhecimentos teóricos específicos no domínio da História da Arquitectura Portuguesa. Pretende-se dotar o aluno de conhecimentos base, no âmbito da história, que lhe permitirão o discernimento e capacidade de compreensão da realidade envolvente aquando a sua atividade projetual; Desenvolver a capacidade de observação; Descrever uma obra de arquitetura; Aplicar a terminologia adequada; Identificar os materiais e as técnicas aplicadas; Comparar com outras obras do mesmo género; Conhecer e refletir sobre a evolução da Arquitetura Portuguesa no tempo e no espaço; Desenvolver a capacidade de criar ferramentas de trabalho e suporte teórico para uma melhor interpretação da realidade cultural e arquitetónica que permita bases para a conceção projectão. Escrever um relatório de investigação; Apresentar os resultados e as conclusões em grupo ou individual oralmente.
Conteúdos programáticos
1. Barroco e Rococó
1.1. Renovação dos Grandes conjuntos monásticos
1.2. Arquitetura Portuguesa no Mundo
2. SÉC. XIX
2.1. Historicismo, Revivalismo e Ecletismo.
2.2. Arquitetura Neoclássica
2.3. Arquitetura Pombalina
2.4. Arquitetura Neogótica

2.5. Arquitetura do Ferro e do Vidro
2.6. Romantismo
2.7. Arte Nova e Arte Deco
3. SÉC. XX
3.1. Modernismo e afirmação do Estado Novo (anos 30 e 40)
3.2. Modernismos e obra Global (anos 50)
3.3. Inquérito à Arquitetura Popular Portuguesa
3.4. Pluralidade dos anos 60
3.5. Processo SAAL (anos 70)
3.6. Depois da Modernidade (dos anos 80 ao final do séc. XX)
4. Os Paradigmas da Contemporaneidade.
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação
Esta unidade curricular tem a duração de um semestre letivo, envolvendo 45 horas de contacto com o docente a aprovação a esta unidade curricular confere ao estudante 5 ECTS. As horas de contacto estão organizadas do seguinte modo: total de 45 horas de aulas teóricas (T), onde é feita a exposição dos conteúdos programáticos e debatidos os conceitos e ideias subjacentes aos conteúdos programáticos; Existe ainda a possibilidade de consulta do docente, para esclarecimento individual de dúvidas, durante o período de atendimento semanal. As aulas destinam-se a apresentar os objetivos do processo de ensino aprendizagem; sensibilizar os alunos para o estudo dos temas relacionados; estimular o interesse pela análise crítica e pela pesquisa de informação relacionada com a disciplina; A avaliação inclui:
a) Avaliação contínua (assiduidade/participação) - 15%
b) Apresentação do Trabalho Teórico - 25%
c) Trabalho(s) Teórico(s)- 60%
Bibliografia principal -AAVV.; História da Arte em Portugal -vol.8 a 14; LISBOA: ALFA, 1993
-AAVV.; Arquitetura Portuguesa Contemporânea: Anos Sessenta/Anos Oitenta. Porto:Fundação de Serralves, 1991
-ALMEIDA, Pedro Vieira de; A Arquitetura Moderna em Portugal. Lisboa:Alfa, 1986
-ALVES, Natália Marinho Ferreira; A escola de talha portuense: e a sua influência no norte de Portugal; Lisboa:INAPA, 2001
-FRANÇA, José Augusto; Anos vinte em Portugal: estudo de factos socio-culturais; Lisboa:Presença, 1992
-FRANÇA, José-Augusto, Lisboa Pombalina e o Iluminismo, Lisboa, 1987.
- FRANÇA, José Augusto; Romantismo em Portugal: estudo de factos socioculturais; Lisboa:Horizonte, 1999
-PEREIRA,Paulo,dir.; Dois mil anos de arte em Portugal; Lisboa:Temas e Debates, 1999
-PEREIRA,Paulo,dir .; Historia da arte portuguesa-vol.3:Do Barroco à Contemporaneidade; Lisboa:Temas e Debates, 1999
-TOSTÕES, Ana Cristina dos Santos - Os Verdes Anos: Arquitetura Portuguesa nos Anos 50 ou o Movimento Moderno em Portugal. Porto:FAUP, 1997
Língua Português
Data da última atualização: 2021-06-10
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.