Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Ciências da Cultura
  4. Práticas de Expressão Portuguesa

Práticas de Expressão Portuguesa

Código 14328
Ano 2
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica Linguística
Objectivos de Aprendizagem Desenvolver as competências oral e escrita, nas suas vertentes de compreensão, expressão e produção em Língua Portuguesa.
No final do semestre, o aluno deverá:
– produzir enunciados orais e escritos, adequando-os a situações comunicativas distintas.
– adquirir técnicas de planificação e de preparação de diversas tipologias textuais;
– analisar criticamente diferentes tipos de enunciados;
– adaptar a Língua Portuguesa às necessidades profissionais e pessoais;
– elaborar trabalhos práticos onde seja evidente a aplicação de conhecimentos adquiridos.
– elaborar um trabalho académico, usando os conhecimentos adquiridos.
Conteúdos programáticos Introdução (Conceitos Gerais).
I. A expressão escrita
1. A Palavra, a frase, o parágrafo, o texto.
1.1. Da frase simples à frase complexa (constituintes das orações).
1.1.1. Frase Complexa: coordenação e subordinação.
1.2. Evolução da língua portuguesa – Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de
1990.
1.3. Tratamento de problemas mais comuns na Língua Portuguesa (pontuação, dificuldades de prontuário ortográfico, forma de adaptação de estrangeirismos, etc.).
2. Tipologias textuais e géneros discursivos
2.2. O texto científico:
2.1.1.1. Partes constitutivas do trabalho académico (capa, índices, resumo, introdução, corpo do trabalho, conclusão, bibliografia, anexos, notas de rodapé, normas de estilo, etc.).
II. A expressão oral
1. Particularidades do discurso oral.
2. Eloquência e oratória: regras para falar em público.
3. Modalidades da comunicação oral
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação A avaliação, durante o ensino-aprendizagem, assenta em 3 trabalhos (30% + 30% + 40% da classificação) realizados pelo aluno ao longo do semestre e reunidos num portefólio escolar construído para o efeito. Classificação: 0 a 20 valores; Nota para aprovar na disciplina: 10 ou mais valores; Nota mínima de acesso ao período de exames: 6 valores.
Bibliografia principal CAVAZZA, N. (2001). Como comunicar e persuadir: na publicidade, na política, na informação e nas relações pessoais, trad. de Eduardo Nogueira. Lisboa: Editorial Presença.
CUNHA, C. & CINTRA, L. (2002). Nova Gramática do Português Contemporâneo, 17.ª ed. Lisboa: Edições Sá da Costa.
MARTINS, Ana (2009). “Erros na produção escrita – Estratégias de superação” (Formação no Semanário Sol, dirigida aos jornalistas, a 23 de Julho de 2009). Disponível em http://www.prof2000.pt/users/anamartins/FormacaoSol.ppt [acedido a 20-09-2015].
GRADIM, A. (2000), Manual de Jornalismo. Livro de Estilodo Urbi et orbi. Covilhã: Universidade da Beira Interior. Disponivel em http://www.bocc.ubi.pt/pag/gradim-anabela-manual-jornalismo-1.pdf [acedido a 10-09-2011].
LUÍS, A. A. C., LUÍS, C. S. G. X. & OSÓRIO, P. (Org.) (2016). A Língua Portuguesa no Mundo: passado, presente e futuro. Lisboa: Edições Colibri e Universidade da Beira Interior, com o apoio da Academia das Ciências de Lisboa, Academia Brasileira de
Língua Português
Data da última atualização: 2021-10-12
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.