Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Engenharia Civil
  4. Competências Transversais

Competências Transversais

Código 14640
Ano 1
Semestre S2
Créditos ECTS 2
Carga Horária S(30H)
Área Científica Engenharia Civil
Objectivos de Aprendizagem A unidade curricular de Competências Transversais tem por objetivo o enriquecimento curricular dos alunos, dotandoos de um conjunto estruturado de competências e aptidões alargadas e transversais às diferentes UCs. As seguintes
competências são desenvolvidas na unidade curricular:
a) Compreensão dos mecanismos de cooperação envolvidos no trabalho em equipa;
b) Compreensão da comunicação técnico-científica, escrita e oral;
c) Reconhecimento dos princípios da inovação tecnológica e do empreendedorismo;
d) Reconhecimento das preocupações sociais, ambientais e de sustentabilidade na prática profissional;
e) Reconhecimento do enquadramento jurídico da atividade profissional;
f) Compreensão dos princípios de ética e deontologia profissional.
Conteúdos programáticos 1) Trabalho em equipa, gestão de conflitos e liderança;
2) Gestão e organização do tempo;
3) Técnicas de comunicação escrita e oral.
4) Plágio e referências bibliográficas;
5) Inovação tecnológica e empreendedorismo;
6) Preocupação ambiental, sustentabilidade;
7) Responsabilidade social e participação pública;
8) Bases do ordenamento jurídico português;
9) Ética e Deontologia.
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação A metodologia de ensino encontra-se centrada no aluno, que ao longo do semestre vai apreendendo e aplicando os
conceitos adquiridos, com o seu trabalho autónomo ou em grupo, com o apoio da equipa docente. A unidade
curricular tem a duração de um semestre letivo. A sua aprovação confere ao estudante 2 ECTS. As horas de contacto
estão organizadas em aulas de Seminários (exposição dos conteúdos programáticos e acompanhamento dos alunos
na realização de trabalhos, relatórios individuais ou em grupo).
As componentes da avaliação variam dentro dos seguintes limites: participação nos seminários (20 a 30%), trabalho
de grupo (20-30%) e trabalho individual (40-50%). A assiduidade mínima para ser avaliado e as competências mínimas
(nota mínima) para ser admitido a exame são estabelecidos anualmente de acordo com os regulamentos da UBI.
Bibliografia principal Van Emden, J., Becker, L.; Presentation Skills for Students. Edition 2. Publisher Palgrave Macmillan, 2010
Edward Tufte; The visual display of quantitative information, 2001 (000056149 0-9613921-4-2 000056149) 456; 123,
Edições Sílabo, 2008.
Neves, J. G., Garrido, M. Simões, E.; Manual de Competências Pessoais, Interpessoais e Instrumentais (Teoria e
Prática). 2ª edição., Edições Sílabo, 2008.
Rego, A.; Braga, J.: “Ética para Engenheiros”. Editora Lidel. 4ª Edição. 2017.
Nabais, J.C.: “Introdução ao Direito Administrativo”. Ancora. 2003.
IPQ. NP 405-1:1994 Informação e Documentação. vol. 7. 1994.
IPQ. NP 405-4:2002 Informação e documentação. Referências biblográficas. Parte 4: Documentos eletrónicos. 2002.
Ordem dos Engenheiros. Regulamento no 420/2015 - Atos de Engenharia por Especialidade da OE 2015:19422–46.
B. Santos, J. Gonçalves, P.Almeida (2017) “Referencias Bibliográficas e Plagio no Ensino Superior”, “Gestores de
Referências Bibliográficas: MS Word e Mendeley” DECA/FE, UBI.
Língua Português
Data da última atualização: 2022-06-20
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.