Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Ciência Política e Relações Internacionais
  4. Sistemas e Comportamentos Eleitorais

Sistemas e Comportamentos Eleitorais

Código 15466
Ano 3
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica Ciência Política
Objectivos de Aprendizagem A unidade curricular Sistemas e Comportamentos Eleitorais tem o objetivo de familiarizar os estudantes com as técnicas de transformação dos sufrágios em mandatos, as repercussões dos sistemas eleitorais na representação política, as determinantes do comportamento eleitoral e a geografia eleitoral de Portugal.
Conteúdos programáticos 1. Eleições presidenciais
1. 1 Maioria absoluta
1. 2 Maioria simples
1. 3 Maioria simples condicionada
1. 4 Maioria simples-relativa
1. 5 A eleição quasi-directa
2. Eleições parlamentares: os sistemas proporcionais
2. 1 Os limiares de representação
2. 2 A fórmula matemática
2. 3 As circunscrições eleitorais
2. 4 Os níveis de atribuição de mandatos
2. 5 Medida e comparabilidade da proporcionalidade
2. 6 Classificação
3. Eleições parlamentares: os sistemas maioritários
4. Eleições parlamentares: os sistemas mistos
5. Impacto do modo de escrutínio na vida política
5. 1 O debate maioritário/proporcional
5. 2 Sistemas eleitorais e sistemas de partidos
5. 3 Sistema eleitoral e representação das mulheres
5. 4 Sistema eleitoral e representação das minorias
5. 5 A reforma dos sistemas eleitorais
6. Comportamentos políticos
6. 1 As teorias sócio estruturais do voto
6. 2 As teorias da escolha racional
6. 3 As teorias espaciais
6. 4 As teorias económicas
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação A unidade curricular será lecionada sob a forma de seminário.
Com uma semana de antecedência serão distribuídos os textos a analisar na semana seguinte durante a sessão de trabalho. A prestação de cada estudante, em todas as sessões de trabalho, será avaliada. O conjunto das prestações de cada estudante pesará 50% na classificação final da unidade curricular.
Duas frequências avaliarão o conhecimento dos textos trabalhados em seminário.
Bibliografia principal Arzheimer, S. et al. orgs. (2017). The Sage Handbook of Electoral Behaviour. London: Sage.
Dalton, P. (2006). Swing Voters: Understanding Late Deciders in Late Modernity. New York: Hampton Press.
Herch, E. (2015). Hacking the Electorate: How Campaigns Percieve Voters. Cambridge: Cambridge University Press.
Lisi, M. (2019). Eleições. Campanhas Eleitorais e Decisão de Voto em Portugal. Lisboa: Edições Sílabo.
Lobo, M., J. Curtice orgs. (2015) Personality Politics? The Role of Leader Evaluations in Democratic Elections. Oxford: Oxford University Press.
Magalhães, P. (2011). Sondagens, Eleições e Opinião Pública. Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos.
Mughan, A. (2000). Media and the Presidentialization of Parliamentary Elections. Basingstoke: Palgrave.
Powel, G. (2000). Elections as Instruments of Democracy. Yale: Yale University Press.
Língua Português
Data da última atualização: 2022-01-28
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.