Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Relações Internacionais
  4. Espaço Lusófono

Espaço Lusófono

Código 15484
Ano 1
Semestre S2
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(30H)
Área Científica Relações Internacionais
Objectivos de Aprendizagem A unidade curricular Espaço Lusófono tem a ambição de sensibilizar os estudantes para o universo multifacetado e plural dos países de língua oficial portuguesa, designadamente no que concerne às dimensões histórica, económica, política e cultural. Neste contexto, particular atenção será acordada à Comunidade de Países de Língua Portuguesa.
O estudo desta organização internacional intergovernamental, das suas estruturas, das preferências seus atores mais relevantes e, ainda, das políticas públicas consensualizadas no seu seio ou, pelo contrário, das que se revelam impossíveis de consensualizar constitui o núcleo central das matérias a abordar no ciclo ensino-aprendizagem.
Conteúdos programáticos 1. Colonialismo português;
2. Pós-colonialismo no espaço da lusofonia;
3. A Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP);
4. Dimensão económica da CPLP;
5. Dimensão política da CPLP;
6. Dimensão cultural da CPLP;
7. A CPLP como espaço de segurança internacional;
8. O Espaço Lusófono e os desafios do futuro.
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação O processo de ensino-aprendizagem combina aulas clássicas, seminários e orientações tutoriais com o estudo independente, individual ou em grupo, por parte dos estudantes. As aulas clássicas abordam questões estruturantes e têm a ambição de fornecer aos estudantes instrumentos analíticos adequados ao desenvolvimento dos seus próprios processos de aprendizagem. As sessões em seminário baseiam-se na apresentação, por parte dos estudantes, de textos selecionados e no respetivo debate pedagogicamente enquadrado. Por fim, as sessões tutoriais destinam-se a apoiar os estudantes nas suas atividades de aprendizagem.
Bibliografia principal BP (2020). Evolução das Economias dos PALOP e de Timor-Leste, 2019-2020. Lisboa: Banco de Portugal; C. Castelo (1999) O modo Português de Estar no Mundo. Luso-Tropicalismo e a Ideologia Colonial Portuguesa (1933-1961). Lisboa: Edições Afrontamento; F. Leandro (2017) A Lusofonia Arrisca-se a Ser uma Herança Sem Futuro, Revista Brasileira de Estratégia e Relações Internacionais; INE (2015) CPLP em Números. Lisboa: Instituto Nacional de Estatística; K. Rizzi e I. Silva (2017). CPLP Como Mecanismo de Atuação do Brasil no Atlântico Sul: a Ampliação da Cooperação, os Desafios e a Possibilidades de Liderança, Revista Brasileira de Estudos Africanos, vol. 2, nº 4, pp. 32-63; E. Said (2021) Orientalismo. Representações Ocidentais do Oriente. Lisboa: Edições 70; B. Santos (2003). Entre Próspero e Caliban. Colonialismo, Pós-colonialismo e Inter Identidade, Novos Estudos, nº 66, pp. 23-56; S. Souza e F. Olmo (2020). Línguas em Português. A Lusofonia Numa Visão Crítica. Porto: UPorto Press.
Língua Português
Data da última atualização: 2022-06-17
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.