Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Química Industrial
  4. Biotecnologia Industrial

Biotecnologia Industrial

Código 8464
Ano 1
Semestre S2
Créditos ECTS 6
Carga Horária PL(30H)/T(30H)
Área Científica Química Industrial
Tipo de ensino Presencial.
Estágios Não se aplica.
Objectivos de Aprendizagem Esta UC visa fornecer aos alunos um conjunto de conhecimentos interdisciplinares em áreas como a microbiologia, imobilização de enzimas e células em bio-reatores, biotecnologia alimentar e ambiental, biotecnologia na indústria de pasta e papel e bio-processamento de polímeros têxteis.
No final da UC o aluno deve ser capaz de:
-Aplicar os conhecimentos em microbiologia aplicada a diferentes atividades antropogénicas associadas à indústria.
-Desenvolver competências no domínio da biotecnologia industrial por forma a aplicar as ferramentas biotecnológicas à biocatálise, biotecnologia alimentar, biotecnologia ambiental, biotecnologia aplicada às indústrias de pasta, de papel e têxtil.
-Conhecer as aplicações atuais e em fase de investigação de enzimas a processos e materiais têxteis e papeleiros.
-Desenvolver a capacidade de usar os conhecimentos como instrumento de interpretação e intervenção em situações concretas.
Conteúdos programáticos 1.Microbiologia Aplicada a Processos Industriais: Características dos microorganismos e crescimento em condições controladas. Principais produtos da microbiologia industrial.
2.Imobilização de enzimas e células em bio-reactores: Métodos de imobilização de biocatalisadores, características. Efeitos da imobilização em termos dos parâmetros cinéticos e de transferência de massa. Bioreactores.
3.Biotecnologia Alimentar: A produção de vinho, a indústria dos lacticínios e os novos alimentos.
4.Biotecnologia Ambiental: Reactores biológicos aeróbios e anaeróbios. Reactores de lamas activadas: fluxo tipo pistão e mistura total. Caso de estudo. Tratamento de lamas em ETAR’s. 5.Biotecnologia na indústria de pasta e papel: microorganismos e enzimas envolvidos modificação das fibras e no controlo dos processos.
6.Bio-processamento de polímeros têxteis: Aplicação de enzimas no processamento de fibras sintéticas, fibras proteicas e celulósicas. Aplicações em artigos de higiene e biomédicos.
Bibliografia principal 1.Bibliografia principal
- Biotecnologia: Fundamentos e Aplicações, (Edts.) N. Lima, M. Mota, LIDEL.
- Reactores Biológicos: Fundamentos e Aplicações, M. M. Fonseca, J. A. Teixeira, Edt. LIDEL.
- Harayama, S. (2000). Environmental Biotechnology. Curr. Opin. Biotechnol., 12:229-230.
- Winter, J. (2000). Environmental Processes I: Wastewater Treatment In: Biotechnology, volume 11a, 2nd Edition, Edited by Rehm and Reed in cooperation with Püler and Stadler, WILEY-VCH.
- Viikari, L., Lantto, R. (eds.), “Biotechnology in the Pulp and Paper Industry”, Progress in Biotechnology Series, vol. 21, Elsevier Science, 2002.
- Eriksson, K.-E.L. (ed.), Biotechnology in the Pulp and Paper Industry, Springer Verlag, 1997.
- Eriksson, K.E.L., Cavaco-Paulo, A. (eds), Enzyme Applications in Fiber Processing, ACS Symposium Series, U.S.A., 1998.
- A. Cavaco-Paulo, G.M. Guebitz. Textile processing with enzymes. Woodhead Publishing, 2003.

2.Complementar: Aulas on-line: http://moodle.ubi.pt/
Língua Português
Data da última atualização: 2019-06-12
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.