Faculdade

A forte consciencialização sobre a necessidade de um salto qualitativo no desenvolvimento de recursos humanos na saúde motivou o governo a aprovar a criação de duas escolas médicas no país: Covilhã e em Braga em 1998. Um dos pontos para esta aprovação, foi de que os projetos deveriam introduzir mudanças profundas ao nível currículo médico, permitindo assim renovar o ensino da medicina em Portugal. De acordo com essa disposição, a Universidade da Beira Interior lançou um projeto inovador de estudos médicos, um projeto que foi aprovado pela resolução do Conselho de Ministros nº 140/98, de 4 de dezembro.

Esse projeto sugeriu o desenvolvimento de modelos inovadores de formação, orientados por padrões científicos e assistência de ensino de alta qualidade, em que a articulação com as unidades de cuidados de saúde seria assegurada por um modelo organizacional diferente e inovador.

Com base nos pressupostos enumerados, foram delineadas três diretrizes para a metodologia pedagógica a serem adotadas na Faculdade de Ciências da Saúde:
• A criação de um modelo pedagógico que substitui o sistema de educação "tradicional", que consiste numa soma de disciplinas académicas, para um sistema educacional integrado, com base no estabelecimento de objetivos e no uso da aprendizagem baseada em problemas, sempre que possível;
• Ênfase na aprendizagem centrada no aluno, em vez dos processos que levam ao "armazenamento" da informação, sendo essencial para se concentrar na aprendizagem, na relação entre "o ensinar e o aprender", entender o ensino como um sistema para facilitar;
• Monitorização contínua da metodologia pedagógica.

Todos os requisitos para a criação do ciclo de estudos em medicina foram concluídos, tendo sido criados recursos estruturais e humanos, bem como uma consolidação pedagógica para o início do curso de medicina e pós-graduação no ano lectivo de 2001/2002.

Para garantir todo o componente de educação clínica, em fevereiro de 2001, foram assinados os protocolos de articulação entre a Universidade da Beira Interior - Faculdade de Ciências da Saúde e as instituições de saúde envolvidas no projeto.

A Faculdade de Ciências da Saúde oferece os seguintes diplomas: 1º ciclo em Ciências Biomédicas, Optometria e Ciências da Visão; mestrados integrados em Medicina e Ciências Farmacêuticas; 2º ciclo em Ciências Biomédicas, Gerontologia, Optometria e Ciências da Visão; e Doutoramentos em Medicina, Biomedicina e Ciências Farmacêuticas.

Mensagem do Presidente

Img:

Bem-vindo à nova página de internet da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior!

Hoje, o elevado nível de qualidade dos cursos da Faculdade de Ciências da Saúde é já reconhecido internacionalmente, bem como o é a investigação feita no Centro de Investigação em Ciências da Saúde. Continuamos a apostar numa evolução tranquila apoiada no desenvolvimento das relações entre os alunos, os docentes, os investigadores, o pessoal não-docente e a comunidade, mais e menos próxima, tentando estar cada vez mais orientados à satisfação das necessidades das pessoas e da sociedade.

Com cursos inovadores em múltiplos aspetos, desde a localização às metodologias de ensino e aprendizagem, inspiradas no que de mais evoluído se faz, mantendo o vanguardismo com racionalidade, esta jovem Faculdade conseguiu surpreender quem duvidava do sucesso de um projeto ambicioso, resultante de uma visão e estratégia extraordinárias, construída com afinco e dedicação em passos sólidos e alinhados.

O sucesso desta Faculdade tem provado que o “fazer bem”, a dedicação e a excelência são palavras de ordem que permitem que, assumindo a responsabilidade social, consigamos fazer deste desafio de estar numa região do interior centro de Portugal, mais distante das zonas privilegiadas, uma escolha acertada e com futuro!

Este ano de 2018, esta Faculdade comemora 20 anos de existência, foi criada para dar suporte ao curso de Medicina inicialmente e depois aos que atualmente integram a oferta formativa, Ciencias Biomédicas, Ciencias Farmaceuticas, Optometria e Ciencias da Visão, Telesaúde, Gerontologia, Imunologia entre outros de diversas dimensões e âmbitos, e também a Investigação em Ciências da Saúde.

Ao longo deste ano teremos um conjunto de iniciativas que irá assinalar o marco temporal e mostrar o nosso crescimento e desenvolvimento e culminarão em Dezembro com uma sessão solene.
Convido a que percorra a nova página e nos fique a conhecer melhor e de certo vai encontrar o que lhe interessa.

Orgãos de Gestão

Composição dos Órgãos de Gestão da FCS a 31 de dezembro de 2017:

Presidente da Faculdade
Doutor Miguel Castelo-Branco Craveiro de Sousa

Vice-Presidentes da Faculdade
Doutora Ana Paula Coelho Duarte
Doutora Luiza Augusta Teresa Gil Breitenfeld Granadeiro

Conselho de Faculdade
Conselho Científico
Conselho Pedagógico
Orgãos do Departamento de Ciências Médicas

Organograma

Img:

Planos e Relatórios de Atividades

As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação que permitem a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.