Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Engenharia do Papel

Engenharia do Papel

3º Ciclo     Departamento de Química

Plano de Estudos/Ramos   Engenharia do Papel
Código DGES
5442
Área CNAEF 543 | Portaria n.º 256/2005
Publicação em Diário da República Despacho n.º 16212/2013 - DR 2.ª série, n.º 242, 13 dezembro
Avaliação/Acreditação/Registo Acreditação A3ES
Registo DGES R/A-Ef 1282/2011, 18-03-2011
Regime de Funcionamento Diurno
ECTS 180

Regime Geral de Acesso  

Requisitos de Admissão Grau de Mestre ou equivalente legal em Engenharia do Papel, ou num outro curso afim.
Licenciados detentores de um currículo escolar, científico ou profissional especialmente relevante que seja reconhecido pela Comissão de Curso como atestando capacidade para a realização deste 3º ciclo e seja aprovado pelo Conselho Científico.
Vagas 15 (2016)
Mais informações para candidatos

Sobre

Objetivos Gerais O curso de Doutoramento em Engenharia do Papel visa formar recursos humanos altamente qualificados e autónomos, capazes de contribuir para alargar as fronteiras do conhecimento nas áreas da ciência e tecnologia da pasta, do papel, da sua transformação, e afins, realizando investigação fundamental ou aplicada.
O curso é suportado por um amplo corpo docente Doutorado em Engenharia do Papel e Química e laboratórios devidamente equipados.
A formação especializada, vocacionada para o ambiente universitário e empresarial, permitir-lhe-á desempenhar actividades ao nível da investigação, do desenvolvimento e da inovação, nomeadamente na optimização dos processos de transformação, na concepção e produção de produtos com propriedades funcionais inovadoras, bem como no desenvolvimento de processos e produtos económica e ambientalmente mais sustentáveis.
Competências No final do curso, o estudante deve ter capacidade de compreensão e integração do conhecimento na área da ciência e tecnologia do papel e áreas afins.

O estudante deve ter adquirido competências, aptidões e métodos de investigação associados à área da ciência e tecnologia do papel e áreas relacionadas.

O estudante deve ter capacidade para conceber, projectar, adaptar e realizar trabalhos de investigação na área de Engenharia do Papel respeitando as exigências impostas pelos padrões de qualidade e integridade académicas.

No final do curso o estudante deve ser capaz de desenvolver investigação autónoma, ou em grupo, identificar oportunidades de inovação, e explorar os resultados da investigação.

Realizar um conjunto significativo de trabalhos de investigação originais que contribuam para o alargamento das fronteiras do conhecimento, parte do qual mereça a divulgação internacional em publicações sujeitas a arbitragem científica.

No final do curso o estudante deve ser capaz de analisar criticamente, avaliar e sintetizar ideias novas e complexas na área da ciência e tecnologia do papel.

No final do curso o estudante deve ser capaz de comunicar com os seus pares, a restante comunidade académica e a sociedade em geral sobre a área de ciência e tecnologia do papel.

No final do curso o estudante deve ser capaz de, numa sociedade baseada no conhecimento, promover, em contexto académico e/ou profissional, o progresso tecnológico, social e cultural.
Saídas Profissionais Docente e Investigador da Carreira Universitária e Politécnica;
Carreira de Investigação;
Investigação em instituições públicas e privadas de I&D;
Profissional de engenharia com título de especialista.
Infraestruturas O Departamento de Química encontra-se completamente equipado para apoio lectivo e de investigação na área da Ciência e Tecnologia do Papel (CTP). Para além dos laboratórios de investigação na área da Química, o departamento dispõe de infraestruturas laboratoriais específicas para a área da CTP, nomeadamente:
Laboratório de Microscopia e Análise de Imagem;
Laboratório Tecnológico de Pasta, Papel e Transformação;
Laboratório de Investigação Química e Tecnologia Química;
Laboratório de Ensaios Físicos e Impressão;
Centro Tecnológico de Papel http://webx.ubi.pt/~mtp/.
Existem, ainda, outros meios de âmbito geral da Universidade, nomeadamente:
Biblioteca Central (aberta das 9 às 23h);
A UBI disponibiliza aos docentes e investigadores as bases de dados das revistas e conferências científicas para consulta e "download";
Centro de Informática (aberto 24 horas);
Serviço de redes (interna e externa);
Serviço de acesso permanente à Internet (com correio electrónico, telnet e www).
Normas e Regulamentos Regulamentação UBI

Departamento de Química

Rua Marquês D'Ávila e Bolama
6201-001 Covilhã
275 242 021
1452
275 319 730

Responsáveis

Diretor/a de Curso
Rogério Manuel dos Santos Simões
Nota: A informação contida nesta página não dispensa a consulta dos documentos oficiais. Data da última atualização: 2014-08-07
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.