Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Gestão
  4. Contabilidade de Gestão

Contabilidade de Gestão

Código 12682
Ano 2
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária TP(60H)
Área Científica Contabilidade
Tipo de ensino Presencial
Estágios Não
Objetivos Gerais e Resultados de Aprendizagem Esta UC tem como objectivo proporcionar um conhecimento alargado das principais abordagens e ferramentas de contabilidade de gestão, imprescindíveis para uma boa gestão das organizações. No final o aluno deverá ser capaz de:
1 – Diferenciar Contabilidade Financeira de Contabilidade de Gestão;
2 – Identificar e descrever as funções de um sistema de contabilidade de Gestão e apreender os seus conceitos básicos;
3 - Utilizar e adaptar um sistema de registo e coordenação de contas de Contabilidade Analítica;
4 - Calcular os custos da produção, com diferentes sistemas de custeio, e valorizar as existências finais;
5 - Discutir os métodos de imputação de custos aos produtos;
6 - Compreender a problemática dos encargos indirectos;
7 - Explicar as diferenças entre custeio total e variável;
8 - Usar a informação contabilística no apoio às decisões de curto prazo.
Conteúdos / Programa CAPITULO I – INTRODUÇÃO
CAPITULO II – CUSTOS: CONCEITOS E COMPORTAMENTO
CAPITULO III – SISTEMAS DE CUSTEIO TRADICIONAIS
CAPITULO IV – ALGUNS ASPECTOS PARTICULARES
CAPITULO V – A PROBLEMÁTICA DOS CUSTOS INDIRECTOS
CAPITULO VI – OUTRAS ABORDAGENS DA CONTABILIDADE DE GESTÃO
Bibliografia / Fontes de Informação CAIADO A. (2008), Contabilidade Analítica e de Gestão, 4ª Ed, Áreas Editora, Lisboa. (EG-2.2/000106)
DRURY C. (2008), Management and Cost Accounting, 7th Edition, South-Western, CENGAGE Learning (EG-2.2/000092)
HORNGREN C. T., DATAR S. M., & RAJAN M.V., (2012), Cost Accounting: A Managerial Emphasis, 14ª Ed., Pearson Education (9ª Ed - EG 2.2 / 000085).
INNES J. E MITCHELL F., (2002), Custeio Baseado em Actividades – Um Guia Prático, Monitor.
Actividades de Ensino-Aprendizagem e Metodologias Pedagógicas As metodologias de ensino seguidas nesta unidade curricular permitem que os objetivos de aprendizagem sejam alcançados progressivamente, partindo de casos práticos mais simples para casos práticos cada vez mais complexos. Esta estratégia de aprendizagem é também seguida no que diz respeito às várias ferramentas de controlo de gestão, sendo primeiro apresentadas e discutidas ferramentas mais simples e, gradualmente, apresentadas e discutidas ferramentas mais complexas.
Métodos e Critérios de Avaliação No processo de avaliação serão considerados os seguintes elementos:
• Fichas práticas individuais – Periodicamente, serão fornecidas aos alunos fichas práticas (individuais) que o aluno deverá resolver em casa e entregar no prazo de uma semana. Este sistema visa garantir que os alunos vão acompanhando a matéria leccionada ao longo do semestre. A ponderação na classificação final é de 10%. A nota de cada ficha será 0 (Devido a qualquer tipo de falha) OU 20 (Ficha TOTALMENTE certa). Qualquer atraso na entrega da ficha originará uma penalização na nota de 10% por cada dia.
• Prova escrita, a realizar a meio do semestre e cuja ponderação na classificação final é de 30%. (9 Novembro)
• Teste Global a realizar no final do semestre e que incidirá sobre a globalidade da matéria, daí a ponderação associadas de 60% na classificação final. (11 Janeiro)

No sentido de lhes ser atribuída frequência e portanto poderem ter acesso aos exames, os alunos deverão assistir a pelo menos 50 % das aulas ministradas ao longo do semestre lectivo, obter uma Classificação de Ensino Aprendizagem mínima de seis valores e entregar TODAS as fichas práticas individuais devidamente resolvidas.

Qualquer outra situação será analisada à luz das “regras gerais de avaliação de conhecimentos” da universidade.
Língua Português
Data da última atualização: 2016-06-21
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.