Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Design Industrial
  4. Introdução ao Design

Introdução ao Design

Código 12711
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica Design Industrial
Tipo de ensino Aulas de natureza teórico-prática.
Estágios Não se aplica.
Objetivos Gerais e Resultados de Aprendizagem No final desta UC o estudante deve ser capaz de:
- Contactar valores, atitudes, problemas num vocabulário para o Design do Produto;
- Desenvolver capacidades de análise crítica em diferentes contextos práticos.
- Desenvolver competências para a resolução de problemas utilizando os elementos e princípios do
design.
- Conhecer meios e técnicas de concretização de um projeto simples e a partir de um tema abstrato.
Conteúdos / Programa Os conteúdos programáticos da UC são de natureza teórico-prática, permitindo ao aluno despertar o
senso crítico e o pensamento de projeto de Design, através da intervenção no meio e nos elementos de
composição em Design, para criar soluções simples para conceitos abstratos. Através de trabalhos
práticos e exercícios plásticos, o aluno toma a consciência do Design como disciplina e prática projetual.
Os exercícios práticos são realizados semanalmente de modo a que os processos de articulação entre os
elementos de composição, refinem o pensamento projetual através de exercícios quinzenais de baixa
complexidade, sendo um deles individual. Ao fim da UC os alunos devem dedicar-se a criação de um
produto/conceito abstrato de design, com a introdução de um pequeno mecanismo especificado pelo
docente e outro pelo grupo, com o objetivo de criar um produto para responder a uma necessidade
concreta. Apresentação final de um projeto com justificação das opções e definições técnicas.
Bibliografia / Fontes de Informação BONSIEPE, Gui – “Teoria e Prática do design Industrial. Elementos para um manual crítico, Lisboa: Centro
Português do Design, 1992;
DORFLES, Gillo – “Introdução ao Desenho Industrial”. Col. Arte & Comunicação. Lisboa: Edições 70, 2002;
FLUSSER, Vilém – “Uma Filosofia do Design”. Lisboa: Relógio D´Água Editores. 2010;
FUAD-LUKE, Alastair – “The Eco-Design Handbook: a composite sourcebook for the home and office”.
London: Thames & Hudson,2009;
GORMAN, Carma – “The Industrial Design Reader”. New York: Allworth Press. 2003;
HESKETT, John – “Industrial Design”. London: Thames & Hudson, 2001;
MUNARI, Bruno – “Das coisas nascem coisas”, Lisboa: Edições 70, 1988;
SCHNEIDER, Beat – “DESIGN-UMA INTRODUÇÃO: O DESIGN NO CONTEXTO SOCIAL, CULTURAL E
ECONÓMICO”. São Paulo: Ed. BLÜCHER, 2009;
SPARKE, Penny – “An Introduction to Design and Culture: 1900 to the Present”. London: Routledge, 2012.
Actividades de Ensino-Aprendizagem e Metodologias Pedagógicas A UC será conduzida de forma a integrar teoria e prática continuamente, onde os alunos deverão realizar
exercícios plásticos e um processo metodologico de baixa complexidade para a transformação de um dado conceito nominal/problema, num produto formal e demostrando como o obteve. No desenvolvimento de cada trabalho seguir-se-á uma metodologia adequada à aprendizagem e consequente domínio do processo próprio dos projetos de design. Os projetos desenvolvidos no âmbito da disciplina poderão incluir uma apresentação em espaço de aula. Pontualmente serão desenvolvidos exercícios de aula de curta duração para estimular o manuseio de materiais de forma técnica, criativa e enfatizar a relação entre as funções prática, estética e simbólicas de um produto de Design.
Métodos e Critérios de Avaliação AVALIAÇÃO
Entregas
Entrega em PDF (modelos fotografados) A4 landscape, modelo Pecha-Kucha, 20 slides*20 segundos + Maquetes
Ficheiro com nome: NomedoAluno-P1 ou 2-NumeroEntrega.*** (ex. JorgeNeves-P1-Intermedia.PDF)
Slide de abertura-Cover: P*, título, aluno, data, disciplina e professores.
Obrigatória ao início da aula definida, 30 minutos tolerância. 50% de penalização por atraso. Não aceite a partir do final da aula de entrega.
Critérios gerais
Qualidade, equilíbrio, adequação, coerência e consistência, affordance e honestidade, usabilidade, durabilidade e viabilidade de produção.
Avaliação
Cada fase tem uma entrega, sendo a nota correspondente à prestação total na respetiva fase do trabalho e não apenas ao material entregue.
Não são aceites trabalhos não acompanhados nas aulas anteriores a cada entrega.
Todas as entregas são obrigatórias na data definida. A falha de qualquer entrega é eliminatória.
Disciplina sem exame nem possibilidade de melhoria.
Avaliação intermédia P1 (20%), Avaliação final P1 (20%), Avaliação intermédia P2 (20%), Avaliação final P2 (20%), Avaliação contínua (20%)
Assiduidade
Tolerância de entrada na aula: 20 minutos. Sendo excedido o limite de três faltas não justificadas, o aluno é reprovado.
Trabalhadores-estudantes: em caso de impossibilidade de comparecerem ao horário da aula, ficam obrigados à combinação prévia de hora alternativa para apresentação do trabalho desenvolvido. Sendo excedido o limite de três semanas sem acompanhamento do trabalho, o aluno é reprovado.
Contacto
Comunicação aos alunos por moodle.
Contacto: teresa.filipe.simoes@ubi.pt
Língua Português
Data da última atualização: 2016-06-23
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.