Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Sociologia
  4. Metodologias de Base Qualitativa

Metodologias de Base Qualitativa

Código 13126
Ano 2
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária TP(60H)
Área Científica Sociologia
Tipo de ensino Presencial
Objectivos de Aprendizagem Proporcionar um conjunto de conhecimentos e competências no domínio das metodologias e procedimentos técnicos de base qualitativa, associados à investigação em Ciências Sociais Adquirir conhecimentos e competências específicas no domínio das metodologias qualitativas
Identificar procedimentos técnicos associados á pesquisa qualitativa.

Revelar capacidades para a aplicação de métodos e técnicas de base qualitativa
Capacitar para o uso de instrumentos de leitura, análise e interpretação de dados

Desenvolver atitudes de rigor analítico e operatório
Adqurir uma consciência ética em torno dos atos de pesquisa e produção do conhecimento científico
Conteúdos programáticos Programa
I – Teoria e método na pesquisa qualitativa

1 – A especificidade da abordagem qualitativa
2 – Os problemas mais comuns
3 – O desenho da pesquisa
4 – A entrada no terreno empírico

II – Métodos de pesquisa
1 – A observação participante
2 – O método etnográfico
3 – Metodologias participativas

III – Técnicas de Pesquisa e Análise de Dados
1 – A entrevista: estruturada, semi-estruturada e aberta
2 – Focus-group
3 – Histórias de vida
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação 1 – Avaliação contínua
(i) Trabalho de grupo (40%)- Projecto de investigação empírica com recurso ao método científico e a técnicas qualitativas de recolha de informação; trata-se de desenhar e planear um projecto de investigação qualitativa (orientação da docente dentro e fora da sala de aulas por grupo de alunos). O trabalho implica a entrega de um pré-projecto (antes da 1ª reunião com a docente), contendo a pergunta principal de partida, as várias questões iniciais, os objectivos, um resumo do «estado da arte»/revisão de literatura, a metodologia prevista e sua justificação e, ainda, a bibliografia lida/utilizada.
(ii) Realização de um teste individual (60%).

A nota ponderada da avaliação contínua só será atribuída se houver uma nota mínima de 8 no teste individual.

A avaliação contínua implica ainda a presença a 50 % das aulas para os estudantes não trabalhadores.

2 – Avaliação final: a nota mínima de admissão a exame é, para todos os estudantes, de 6 valores no teste individual.
Bibliografia principal Albarello et al. (1997), Práticas e Métodos de Investigação em Ciências Sociais, Lisboa: Gradiva.
Almeida, João Ferreira e Pinto, José Madureira (1995), A investigação em Ciências Sociais, Lisboa: Presença.
Alvesson, Mats e Skoldberg, K. (2000), Reflexive Methodology – New Vistas for Qualitativ Research, Londres: SAGE.
Burguess, Robert (1997), A Pesquisa de terreno – Uma introdução, Oeiras: CELTA.
Campenhoudt, Luc Van (2003), Introdução à Análise dos Fenómenos Sociais, Lisboa: Gradiva.
Esteves, António e Azevedo, José (eds.) (1998), Metodologias Qualitativas para as Ciências Sociais, Porto: Instituto de Sociologia.
Flick, Uwe (2005) Métodos Qualitativos na Investigação Científica, Lisboa: MONITOR.
Foddy, Wiliam (1996), Como Perguntar? Teoria e prática da construção de entrevistas e questionários, Oeiras: CELTA.
Morse, Janice (2007), Aspectos essenciais de Metodologia de Investigação Qualitativa, Coimbra: FORMASAU.
Poirier, Jean et al. (1999), Histórias de Vida – Teoria e Prática, Oeiras: CELTA, 2ª ed..
Reason, Peter (ed.) (1994), Research with People, Londres: SAGE.
Ragin, Charles (1994) Constructing Social Research, Califórnia: Pine Forge.
Schnapper, Dominique (2000), A Compreensão Sociológica, Lisboa: Gradiva.
Stake, Robert (2007), A Arte da Investigação com Estudos de Caso, Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.
Língua Português
Data da última atualização: 2017-06-22
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.