Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Estudos Lusófonos

Estudos Lusófonos

2º Ciclo     Departamento de Letras

Plano de Estudos   Estudos Lusófonos
Código DGES
6120
Área CNAEF 223 | Portaria n.º 256/2005
Publicação em Diário da República Despacho n.º 8984/2016 - DR 2.ª série, n.º 133, 13 julho
Avaliação/Acreditação/Registo Acreditação A3ES
Registo DGES R/A-Ef 1342/2011, 18-03-2011
Regime de Funcionamento Diurno
ECTS 120

Regime Geral de Acesso  

Requisitos de Admissão

São admitidos à candidatura no mestrado em Estudos Lusófonos:
a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal;
b) Titulares de um curso de grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um país aderente a este Processo;
c) Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objectivos do grau de licenciado pelo órgão científico estatutariamente competente do estabelecimento de ensino superior onde pretendem ser admitidos;
d) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo órgão científico estatutariamente competente do estabelecimento de ensino superior onde pretendem ser admitidos.

Vagas 30 (2017)
Critérios de Seleção e Seriação Estudos Lusófonos 2017
Mais informações para candidatos

Sobre

Objetivos Gerais Este mestrado de especialização na lusofonia, área estratégica, permite prosseguir estudos numa das áreas científicas na qual o Departamento de Letras da UBI tem investido ao nível do 1º Ciclo de Estudos Portugueses e Espanhóis e do 2º Ciclo em Estudos Didáticos, Culturais, Linguísticos e Literários, e ainda em Congressos Internacionais versando as relações entre Portugal, o Brasil e os PALOP, e encontros com escritores e ensaístas lusófonos. Evitando a excessiva especialização que limita saídas profissionais, este mestrado alarga horizontes, abrangendo a lusofonia linguística, histórica, literária, artística e retórica. A aquisição das competências é consolidada na elaboração e apresentação de um trabalho dissertativo focado numa das vertentes da lusofonia.
O público-alvo do mestrado abrange investigadores, professores de Línguas, Literaturas, Estudos Sociais/ Culturais, História, promotores turísticos, jornalistas, editores ou tradutores e especialistas em relações internacionais.
Competências Para além da aquisição de conhecimentos teóricos aprofundados, no final do curso o aluno deve reunir as seguintes competências: adota uma atitude crítica, criativa e reflexiva perante a realidade linguística, histórica, literária, artística, retórica, didática e estratégica da lusofonia; compreende, analisa e utiliza ferramentas conceptuais, teóricas e metodológicas e técnicas de análise avançada e comparativa aplicadas aos diferentes domínios da lusofonia, seja ao nível diatópico e / ou diacrónico; compreende e interpreta literatura teórica e empírica veiculada por publicações de referência internacional nos domínios de especialização; elabora argumentos lógicos e originais, sustenta a sua defesa e desenvolve pensamento crítico; demonstra literacia de comunicação de modo a assegurar um profícuo desempenho académico e profissional; aprofunda o conhecimento das raízes latinas da lusofonia; procede, com rigor científico, à integração dos conhecimentos interdisciplinares veiculados no ano curicular na abordagem e resolução de problemas emergentes no mundo lusófono; demonstra capacidade de elaboração de projetos promotores, ensaios e trabalhos académicos de investigação relacionados com a lusofonia.
Saídas Profissionais 1. Investigação nas áreas dos Estudos Lusófonos, sejam estes linguísticos, literários, históricos, didáticos ou de estratégia política, diplomática ou militar;
2. Ensino/Progressão na Carreira Docente (grupos de recrutamento 100, 110, 200, 210, 220, 300, 310, 320, 330, 340 e 350 da Educação Pré-escolar, ensino básico, 2º e 3º ciclos, e do ensino secundário);
3. Relações Internacionais;
4. Promoção e dinamização cultural;
5. Turismo altamente especializado;
6. Quadros técnicos de instituições públicas ou privadas;
7. Empresas ligadas ao mundo lusófono.
Infraestruturas – Biblioteca Central da Universidade da Beira Interior;
– Bibliotecas e Revistas Digitais: BOAL - (www.boal.ubi.pt); BOCC (www.bocc.ubi.pt); LUSOSOFIA (www.lusosofia.net); UBITHESIS (ubithesis.ubi.pt); UBILETRAS (www.ubiletras.ubi.pt);
– Salas de aula equipadas com quadros e projetores de vídeo;
– Secretariado do Departamento de Letras e Gabinetes dos docentes;
– Laboratório de Línguas;
– Plataforma digital Moodle;
– Gabinete de Estágios; Gabinete de Internacionalização e Saídas Profissionais, na dependência da Vice-reitoria; Museu de Lanifícios; Biblioteca da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas; Centro de Documentação Europeia; CREA: Centro de Recursos de Ensino e Aprendizagem; LabCom: Laboratório On-line de Ciências da Comunicação; Centro de Informática; Serviços Gráficos e de Publicações;
– Estruturas de apoio social: cantinas, residências, serviços clínicos (Medicina Curativa, Preventiva, Planeamento Familiar e Enfermagem) e espaços para a prática desportiva.
Normas e Regulamentos Regulamentação UBI

Departamento de Letras

Rua Marquês D'Ávila e Bolama
6201-001 Covilhã
275 319 700

Responsáveis

Diretor/a de Curso
Cristina Maria da Costa Vieira
Coordenador de Mobilidade
José Henrique Rodrigues Manso

Comissões

Comissão Científica
Cristina Maria da Costa Vieira
Reina Marisol Troca Pereira
José Henrique Rodrigues Manso
Maria da Graça Guilherme de Almeida Sardinha

Comissão de Coordenação Pedagógica
Coordenadores Ano
José Henrique Rodrigues Manso (1º)
Delegados Ano
João Filipe Sivi (1º)

Comissão de Creditação
Cristina Maria da Costa Vieira
Reina Marisol Troca Pereira
José Henrique Rodrigues Manso
Maria da Graça Guilherme de Almeida Sardinha
Nota: A informação contida nesta página não dispensa a consulta dos documentos oficiais. Data da última atualização: 2016-05-20
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.