Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Engenharia Eletrotécnica e de Computadores

Engenharia Eletrotécnica e de Computadores

1º Ciclo     Departamento de Engenharia Eletromecânica

Plano de Estudos/Ramos   Engenharia Eletrotécnica e de Computadores
Código DGES
9112  
Área CNAEF 523 | Portaria n.º 256/2005
Publicação em Diário da República Despacho n.º 16175/2012 - DR 2.ª série, n.º 245, 19 dezembro
Avaliação/Acreditação/Registo Acreditação A3ES
Registo DGES R/A-Ef 3393/2011, 18-03-2011
Regime de Funcionamento Diurno
ECTS 180
Outras Informações Informação estatística

Concurso Nacional de Acesso  

Provas de Ingresso 07 Física e Química
19 Matemática A
Vagas 20 (2016)
Nota Mínima (0-200) Provas de ingresso: 95
Candidatura: 100
Nota do Último Colocado 123.7 (1st phase 2015)
Cálculo da Nota de Acesso Média do ensino secundário: 65%
Provas de ingresso: 35%
Mais informações para candidatos

Sobre

Objetivos Gerais Este ciclo de estudos permite a aquisição de competências nucleares que definem um Licenciado em Engenharia Electrotécnica. Proporciona uma formação de base sólida e adequada à frequência de um segundo ciclo em Engenharia Electrotécnica ou em áreas afins, e simultaneamente dota os licenciados de uma formação científica e tecnológica com perfil de banda larga de modo a garantir o exercício da profissão no mercado de trabalho, em funções técnicas e científicas na indústria e nos serviços, sendo capazes de projectar e adaptar sistemas electrónicos e informáticos e desenvolverem a actividade profissional nos seguintes domínios: produção de equipamentos com componentes eléctricas e de automação; produção, operação e manutenção de programas de sistemas; concepção, projecto de exploração e desenvolvimento industrial com aplicações eléctricas, de automação, controlo, energia, telecomunicações e informáticas em sistemas; participação na investigação aplicada e desenvolvimento industrial.
Competências No final do curso, o estudante deve ser capaz de:
- Aplicar os conhecimentos adquiridos nas áreas científicas da Física e Química, Matemática, Ciências da Computação, Electrotecnia e Electrónica, Instrumentação, Automação e Controlo e Economia e Gestão na resolução de problemas.
- Compreeder e saber aplicar os fundamentos da análise de circuitos eléctricos, da electrónica e dos sistemas digitais, da electrotecnia, da instrumentação, do controlo, do processamneto de sinais, das máquinas eléctricas, dos sistemas de telecomunicações, dos sistemas de energia e da ciência da computação.
- Usar ferramentas informáticas diversas e ser capaz de elaborar aplicações informáticas na sua área de especialização.
- Utilizar correctamente equipamento laboratorial
- Interpretar descrições de métodos e protocolos experimentais, saber apresentar e interpretar resultados experimentais.
- Projetar, gerar e adaptar sistemas elétricos, eletrónicos e informáticos simples
- Analisar, identificar, classificar e descrever o desempenho de sistemas e componentes através da aplicação de métodos analíticos e métodos computacionais.
- Dominar a pratica da Engenharia Electrotécnica
- Demonstrar pensamento crítico e compromisso ético.
- Ler e compreender documentos científicos em língua portuguesa e inglesa.
- Comunicar oralmente, em língua portuguesa, para públicos constituídos por especialistas e não-especialistas na área de Engenharia Electrotécnica.
- Aprender e trabalhar com elevado grau de autonomia.
- Estabelecer relações interpessoais e trabalhar numa equipa multidisciplinar.
- Mostrar responsabilidade no trabalho e respeito pelos pares em equipas multidisciplinares.
- Ter iniciativa e capacidade de tomar decisões.
- Ser criativo e adaptar-se a novas situações e problemas.
- Organizar e planificar tarefas.
- Liderar e espírito empreendedor.
- Desenvolver as capacidades de aprendizagem necessárias para prosseguimento de estudos.
Saídas Profissionais Os Licenciados em Engenharia Electrotécnica e de Computadores têm excelentes perspetivas de futuro no desempenho de funções diversificadas de elevado prestígio e responsabilidade tanto no mundo Empresarial como Académico, nacionais ou internacionais. Estão habilitados a trabalhar na indústria e serviços, em particular em empresas que apostem na investigação, desenvolvimento e inovação, desempenhando funções na área da Engenharia Electrotécnica e Electrónica, Accionamentos Eléctricos, Automação, Controlo e Robótica e funções em laboratórios e institutos de investigação.
Poderão integrar equipas multidisciplinares, sendo especializadas para participar no desenho e concepção de novos equipamentos e participantes em processos de certificação de equipamentos eléctricos e electrónicos, dando assistência técnica e apoio comercial, procedendo à manutenção de pequenos equipamentos e dando apoio à investigação científica nas áreas da sua formação
Infraestruturas A Licenciatura é leccionada no Departamento de Electromecânica, ocupando integralmente as instalações do Edifício 1, e diversos espaços laboratoriais do Edifício 2 das Engenharias.
Neste Departamento existem laboratórios excelentemente equipados, que abrangem as valências de Electrotecnia, Máquinas Eléctricas e Electrónica de Potência, Instrumentação e Medida, Telecomunicações, Automação e Robótica, Termodinâmica e Transmissão de Calor, para além de salas de aulas e de diversos anfiteatros. Da colaboração do Departamento de Física, responsável pela leccionação de algumas unidades curriculares, o curso usufrui dos laboratórios de Electromagnetismo, de Óptica e de Mecânica, de Sistemas Digitais e de Electrónica.
O curso é ainda apoiado pelas infra-estruturas da Biblioteca, informatizada e com mais de 80000 livros, e do Centro de Informática.
Os alunos são apoiados socialmente por Cantinas, Snacks, Pavilhões desportivos, Residências para alunos com mais de 800 cama, etc.
Normas e Regulamentos Regulamentação UBI

Departamento de Engenharia Eletromecânica

Calçada Fonte do Lameiro
6201-001 Covilhã
275 242 055
1811

Responsáveis

Sem Fotografia
Diretor/a de Curso
Maria do Rosario Alves Calado
Coordenador de Mobilidade
Helder Joaquim Dinis Correia

Comissões

Comissão Científica
Maria do Rosário Alves Calado
Alexandre Borges de Miranda
António Eduardo Vitória do Espírito Santo
António João Marques Cardoso
António Manuel Gonçalves Pinheiro
Bruno Jorge Ferreira Ribeiro
Davide Sérgio Baptista da Fonseca
Sílvio José Pinto Simões Mariano

Comissão de Coordenação Pedagógica
Maria do Rosário Alves Calado
Coordenadores Ano
Alexandre Borges de Miranda (1º)
Bruno Jorge Ferreira Ribeiro (2º)
Sílvio José Pinto Simões Mariano (3º)
Delegados Ano
Francisco Rabaça Moller Freiria (1º)
Luís Carlos Pereira Mendes (2º)
Bruno Cruz da Silva (3º)

Comissão de Creditação
Maria do Rosário Alves Calado
António Eduardo Vitória do Espírito Santo
Sílvio José Pinto Simões Mariano
Hélder Joaquim Dinis Correia
Nota: A informação contida nesta página não dispensa a consulta dos documentos oficiais. Data da última atualização: 2014-08-07
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.