Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Ciência Política

Ciência Política

2º Ciclo     Departamento de Comunicação e Artes

Plano de Estudos/Ramos   Ciência Política
Código DGES
9267
Área CNAEF 313 | Portaria n.º 256/2005
Publicação em Diário da República Despacho n.º 7564/2016 - DR 2.ª série, n.º 109, 07 junho
Avaliação/Acreditação/Registo Acreditação A3ES
Registo DGES R/A-Ef 1319/2011, 18-03-2011
Regime de Funcionamento Diurno
ECTS 120

Regime Geral de Acesso  

Requisitos de Admissão

Licenciatura em Ciência Política, em Relações Internacionais, ou em outra área científica. Neste último caso são tidos em consideração o eventual percurso profissional e as motivações dos candidatos.
A legislação em vigor permite igualmente o acesso ao mestrado a detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido, pelo órgão científico competente da universidade, como atestando capacidade para a realização do ciclo de estudos.

Vagas 20 (2017)
Critérios de Seleção e Seriação Ciência Política 2017
Mais informações para candidatos

Sobre

Objetivos Gerais O Mestrado de Ciência Política tem como objectivo proporcionar uma formação pós-graduada especializada em ciência política. Esta formação de 2.º ciclo foi concebida para responder às expectativas de licenciados – sobretudo de c. sociais – que desejam, por um lado, aprofundar conhecimentos e desenvolver capacidades de reflexão sobre categorias, temas e problemas da política, e, por outro lado, adquirir competências de análise, avaliação e decisão no que diz respeito à realidade das políticas públicas nacionais e regionais. Neste sentido, a parte lectiva da formação dá prioridade a duas áreas da ciência política: a teoria política, incluindo a teoria da democracia, e as políticas públicas. No 2.º ano do curso, os alunos podem optar entre a redacção de uma dissertação, a qual constitui um trabalho de iniciação à investigação em ciência política, e a frequência de um estágio numa instituição ou organização de índole política, completada pela redacção do respectivo relatório de estágio.
Competências a) Possuir conhecimentos e capacidades de compreensão na área da ciência política a um nível correspondentes às expectativas o de um grau de Mestre.


b) Possuir conhecimentos e capacidades na área da ciência política que formem a base para desenvolvimentos e aplicações originais em contexto de investigação.


c) Saber aplicar os conhecimentos específicos da área de estudos em causa, bem como a sua capacidade de compreensão e resolução de problemas, em contextos alargados e multidisciplinares.


d) Ter capacidade para, no contexto da reflexão científica teórica e das suas aplicações práticas, integrar conhecimentos, lidar com questões complexas, desenvolver soluções, emitir juízos, em situações de informação limitada ou incompleta.


e) Ser capazes de expressar implicações e conclusões de uma forma apropriada, quer a especialistas, quer a não especialistas.


f) Desenvolver competências de aprendizagem que permitam prosseguir uma formação ao longo da vida, na área da ciência política e noutras áreas afins, segundo um perfil auto-orientado e autónomo.
Saídas Profissionais O Mestrado em Ciência Política constitui uma boa base de formação para as seguintes saídas profissionais:

a) Quadros com exercício de funções de índole política e/ou administrativa, a nível nacional e regional, em instituições da administração publica, autarquias locais, empresas públicas e institutos públicos, empresas privadas, bem como em organizações empresariais, partidárias, patronais ou sindicais. Trabalho em fundações e organizações não governamentais.

b) Profissões da comunicação e dos media. Funções da área do jornalismo que requeiram conhecimentos aprofundados e capacidades de análise em matéria política.

c) Profissões de aconselhamento, de consultor ou assessor, de direcção ou de chefia que exijam capacidades de análise política e de decisão política.

d) Profissões do sector dos estudos e da investigação na área da política, em universidades, fundações de índole política, think tanks, empresas de estudos de opinião, etc.

e) Funções em instituições internacionais.
Infraestruturas Biblioteca Central com área específica de ciência política. Situada no Pólo I da Universidade, é constituída por uma área de 5840 m2, dispondo de 600 lugares de estudo, salas de computadores, sala de revistas e periódicos, acesso a revistas científicas em papel ou “on-line” e “wireless” em todo o edifício.

Biblioteca do IFP. Situada no 2º andar do edifício da Biblioteca Central, é especializada em bibliografia de ciência política, teoria política, teoria do Estado, filosofia do direito e ética.

O IFP - Instituto de Filosofia Prática. Situado no 2º andar da Biblioteca Central, onde dispõe, além da sua Biblioteca, de salas de trabalho próprias, o IFP é uma unidade de investigação reconhecida e financiada pela FCT, que obteve a classificação de very good nas avaliações de unidades de I&D em 2003 e 2008. O IFP tem uma linha de investigação na área da teoria política, podendo envolver alunos de pós-graduação, nomeadamente de mestrado, em projectos de investigação.

 
Normas e Regulamentos Regulamentação UBI
Regulamento interno do Mestrado (Aprovado na Comissão de Curso)

Departamento de Comunicação e Artes

Rua Marquês D'Ávila e Bolama
6201-001 Covilhã
275 242 024

Responsáveis

Diretor/a de Curso
Bruno Daniel Ferreira da Costa
Sem Fotografia
Coordenador de Mobilidade
Luis Filipe da Silva Madeira

Comissões

Comissão Científica
António José Ferreira Bento
José Manuel Boavida dos Santos
André Barata Nascimento
Alexandre António da Costa Luís
Bruno Daniel Ferreira da Costa

Comissão de Coordenação Pedagógica
Coordenadores Ano
Alexandre António da Costa Luís (1º)
António José Ferreira Bento (2º)
Delegados Ano
João Vasco Gonçalves Baptista (1º)

Comissão de Creditação
António José Ferreira Bento
Luis Filipe da Silva Madeira
José Manuel Boavida dos Santos
André Barata Nascimento
Nota: A informação contida nesta página não dispensa a consulta dos documentos oficiais. Data da última atualização: 2014-11-18
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.