Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Economia
  4. Economia Regional e Urbana

Economia Regional e Urbana

Código 12106
Ano 3
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária TP(60H)
Área Científica Economia
Tipo de ensino Teorico-pratico
Estágios Não
Objectivos de Aprendizagem • Compreender a multidimensionalidade do território
• Dotar de instrumentos de análise (quantitativa e qualitativa) das dinâmicas regionais e urbanas;
• Analisar a teoria da localização dos setores económicos e de infra-estruturasnum contexto de globalização económica
• Entender a teoria económica espacial e urbana
• Leitura e compreensão de relatórios
• Realização de estudos económicos regionais
Conteúdos programáticos CAPÍTULO I - Multidimensionalidade do espaço
1.1 Externalidades e economias de aglomeração
1.2 Organização do território

CAPÍTULO II - Métodos e técnicas de análise regional
2.1 Análise estática: indicadores de especialização e de diversificação
2.2 Análise dinâmica: variação de componentes
2.3 Análise de cluster’s

CAPÍTULO III - Desenvolvimento e terrtório
3.1 Desenvolvimento económico, social e território
3.2 Política regional europeia
3.3 Política territorial europeia

CAPÍTULO IV - A teoria da localização
4.1 A localização na agricultura, empresas industriais, equipamentos e serviços
4.2 A teoria dos lugares centrais e a localização dos parques habitacionais
4.3 A localização das actividades económicas no espaço nacional

CAPÌTULO V - A formação e desenvolvimento dos sistemas urbanos
5.1 A organização do espaço e evolução dos sistemas urbanos
5.2 Caracterização do sistema urbano nacional
5.3 A política “urbana” europeia e nacional
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação As aulas desta unidade curricular são teórico-práticas. Como regra geral, há primeiro uma apresentação dos conceitos teóricos seguida de casos práticos para exemplificar a sua aplicação em contextos territoriais específicos. Com o objetivo de obter um maior sucesso na aprendizagem em cada um dos conteúdos programáticos incentiva-se a discussão de experiências nacionais e europeias. Durante as aulas procura-se envolver todos os alunos na discussão com o objetivo de estimular a análise crítica das implicações práticas e teóricas dos mesmos.
A avaliação desta unidade curricular é feita ao longo do semestre através de uma prova escrita individual, com uma ponderação de 40% cada, um trabalho individual (taxa decomposta de crescimento regional ou estudo de caso) com um a ponderação de 30% e um trabalho de grupo sobre um tema escolhido pelos alunos com uma ponderação de 30%.
Bibliografia principal COSTA, J. S. e NIJKAMP, P., (Coord.), (2009), Compêndio de Economia Regional: Teoria, temáticas e políticas, Vol. I, PRINCÍPIA, Cascais
COSTA, J. S., DENTINHO, T. P. e NIJKAMP, P., (Coord.), (2011), Compêndio de Economia Regional: Métodos e técnicas de análise regional, Vol. II, PRINCÍPIA, Cascais
DGODTU/MEPAT, (1997), Sistema Urbano Nacional: Cidades Médias e Dinâmicas Territoriais, vol. I e II, Lisboa
KOTKIN, J., (2005), A CIDADE. Uma História global, Col. Temas e Debates, Círculo de Leitores, Maia
FADIGAS, LEONEL, (2017), Território e Poder. O uso, as politicas e o ordenamento, Edições sílabo, Lisboa
LOPES, A. S., (1984), Desenvolvimento Regional: problemática, teoria, modelos, Fundação Calouste Gulbenkian
LOPES, E. R., (2009), O PAPEL DAS CIDADES NO DESENVOLVIMENTO DE PORTUGAL. Portugal: Desafios nos alvores do século XXI, SaER- Sol, Lisboas
PORSSE, A. A. e VALE, A. V. (2020), Economia Regional e U
O’SULLIVAN, A., (2003), Urban Economics, 5th edition, McGraw-Hill Irwin, New York
Língua Português
Data da última atualização: 2022-01-30
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.