Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. Centro Académico Clínico das Beiras oficializado

Centro Académico Clínico das Beiras oficializado

  2017-04-07       UBI     Faculdade de Ciências da Saúde

Img:

O consórcio integra instituições de saúde e de formação dos distritos de Castelo Branco, Guarda e Viseu.

Está criado o Centro Académico Clínico das Beiras (CACB), depois da publicação em “Diário da República” da Portaria que cria este consórcio. A decisão tomada pelos ministérios da Ciência e Ensino Superior e da Saúde entrou em vigor esta sexta-feira, 7 de abril.

A sede da estrutura fica instalada na Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior (FCS-UBI), entidade que integra o consórcio composto por mais sete instituições ligadas à prestação de cuidados, ensino e investigação na área da saúde, dos distritos de Castelo Branco, Guarda e Viseu. Este será o maior centro académico do país, em termos de número de parceiros e de abrangência territorial.

Fazem parte do consórcio o Centro Hospitalar Cova da Beira, a Unidade Local de Saúde da Guarda, a Unidade Local de Saúde de Castelo Branco, o Centro Hospitalar Tondela - Viseu, a Universidade da Beira Interior, através da sua Faculdade de Ciências da Saúde e do Centro de Investigação em Ciências da Saúde, o Instituto Politécnico de Castelo Branco, através da sua Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias, o Instituto Politécnico da Guarda, através da sua Escola Superior de Saúde, e o Instituto Politécnico de Viseu, através da sua Escola Superior de Saúde.

“O CACB visa promover a investigação e o ensino na área das ciências da saúde, não só da medicina como também da enfermagem e tecnologias ligadas à saúde”, refere Manuel Lemos, pró-reitor para a Articulação da Universidade com a Comunidade na Área da Saúde. De acordo com o também docente da FCS-UBI, “é uma estrutura que fortalece a saúde a nível regional”.

O CACB tem quatro grandes objetivos, de acordo com a Portaria, que passam pela modernização e qualificação da educação em saúde, originar cuidados de saúde de qualidade a partir da contribuição das ciências da saúde e dos serviços de ação médica das unidades de saúde, desenvolver cuidados integrados inovadores com base na articulação entre cuidados de saúde primários, hospitalares e continuados, e o desenvolvimento de projetos colaborativos de investigação com reforço da cooperação nacional e internacional.

Partilhar

Data da última atualização: 2017-04-07
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.