Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Ensino de Artes Visuais no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário

Ensino de Artes Visuais no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário

2º Ciclo     Departamento de Comunicação e Artes

Plano de Estudos/Ramos   Ensino de Artes Visuais no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário
Código DGES
6436
Área CNAEF 145 | Portaria n.º 256/2005
Publicação em Diário da República Despacho n.º 14910/2015 - DR 2.ª série, n.º 245, 16 de dezembro
Avaliação/Acreditação/Registo Acreditação A3ES
Registo DGES R/A-Ef 1335/2011, 18-03-2011
Regime de Funcionamento Diurno
ECTS 120
Outras Informações Pré-requisito de ingresso: domínio oral e escrito da língua portuguesa e capacidade de argumentação lógica e crítica - Calendário das provas

Regime Geral de Acesso  

Requisitos de Admissão

a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal em Universidades/Politécnicos Portuguesas com Habilitação Própria para o Grupo 600;
b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;
c) Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pela Comissão de Curso;
d) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal que tenham obtido, quer no quadro desta habilitação académica, quer em outros ciclos de estudos do ensino superior, os créditos mínimos: 120 créditos de formação na área de docência (Artes Visuais);
e) Podem, ainda, candidatar-se ao ingresso num ciclo de estudos conducente ao MEAV, aqueles que apenas tenham obtido 75 % dos créditos fixados para essa especialidade nos termos da alínea anterior);
f) Na situação prevista na alínea anterior, a inscrição nas unidades curriculares das componentes de didácticas específicas («Didática das Artes Visuais I» e «Didática das Artes Visuais II» e de iniciação à prática profissional, incluindo a Prática de Ensino Supervisionada e a UC de Estágio Pedagógico» e «Seminário de Investigação I» e «Seminário de Investigação II»), fica condicionada à obtenção dos créditos em falta;
g) Na situação prevista na alínea anterior, considera-se que o número de créditos mínimos é condicionado ao facto de que o aluno tenha obtido créditos nas áreas de conhecimento ou disciplinas de: Geometria Descritiva; História da Arte ou História do Design ou História da Arquitetura; Design (industrial ou de equipamento/de Comunicação ou Gráfico/de Multimédia) ou Artes Plásticas (Pintura e Escultura) ou Arquitetura ou Audiovisuais e Multimédia ou Cinema e Vídeo e Desenho.

Vagas 15 (2017)
Critérios de Seleção e Seriação Ensino de Artes Visuais no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário 2017
Prova de Português - componente escrita
Prova de Português - componente oral
Mais informações para candidatos

Sobre

Objetivos Gerais Proporcionar experiências de planificação, ensino e avaliação em contexto escolar.

Reflectir crítica e multidisciplinarmente sobre o contexto de intervenção pedagógica.

Problematizar currículos nacionais e internacionais através de uma investigação pedagógica/didáctica.

Incentivar uma cultura investigativa e colaborativa.

Enquadramentos culturais actuais (conceptuais/ sociais/ éticos).

Desenvolver planos de acção (temas, objetivos e estratégias), que decorram da análise das práticas de Ensino/Aprendizagem e contribuam para o seu aperfeiçoamento.

Articular objectivos de projecto, de formação e actuação docente com o desenvolvimento de capacidades de reflexão, auto-direcção, colaboração e criatividade/ inovação.

Articular e desenvolver competências adquiridas no âmbito científico, pedagógico, didáctico e social na prática docente.

Promover e integrar a transdisciplinaridade.

Contribuir para a interação escola-meio.
Competências Define e articula objectivos e estratégias de Ensino/ Aprendizagem (E/ A) que favoreçam o desenvolvimento de capacidades de reflexão, autonomia, colaboração, criatividade e inovação.

Fundamentação ética e conceptual relevante, orientada para o sucesso educativo.

Demonstra estratégias de investigação científico/ pedagógica para o aperfeiçoamento das práticas de E/ A.

Usa a planificação como guia de ação, ajustando-a à aprendizagem e desenvolvimento dos alunos.

Mobiliza/aprofunda conhecimentos disciplinares e didácticos relevantes à concretização das planificações.

Articula decisões com documentos reguladores e contexto de E/ A.

Integra na planificação/ acção, a dimensão do 'aprender a aprender.'

Sequencia a acção de forma motivadora e significativa para os alunos.

Promove participação e negociação de saberes, experiências e decisões.

Envolve os alunos em práticas de reflexivas no contexto de E/A.

Estimula criatividade, espírito crítico, autoconfiança e vontade de aprender.

Compreende/ avalia a acção docente ao se posicionar criticamente face à mesma (o que faço? porquê? com que implicações?), problematizando-a à luz de conceitos e contexto de acção.

Recolhe informação para compreender/ avaliar a acção (diálogo, observação de aulas, análise das práticas de atelier/ sala de aula, etc, propondo respostas eficazes às problematizações decorrentes.

Promove a abertura ao diálogo e partilha/ cooperação entre docente e discente.

Demonstra honestidade intelectual.

Reflecte (oralmente/por escrito) sobre a prática profissional docente e os contextos em que esta decorre.

Documenta a sua reflexão com elementos da prática (materiais pedagógicos, registos de observação, dados de investigação, obra visual dos alunos).

Enquadra a escola e a comunidade como espaços de educação inclusiva e de intervenção social, no contexto de uma formação integral dos alunos para a cidadania, integrando no projecto curricular a cultura local.

Participa na construção, desenvolvimento e avaliação do PEE, desenvolvendo atividades extracurriculares previstas ou propondo-as, do PCT, bem como nas atividades de administração e gestão da escola.

Atende à articulação entre os vários níveis e ciclos de ensino.

Colabora com todos os intervenientes no processo educativo, favorecendo a criação e o desenvolvimento de relações de respeito mútuo.

Valoriza a escola enquanto polo de desenvolvimento social e cultural, cooperando com outras instituições da comunidade e participando nos seus projectos.

Comunica conclusões, conhecimentos e raciocínios de forma clara.
Saídas Profissionais Habilitação Profissional para a docência em Artes Visuais no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário – grupo de recrutamento 600. [Decreto-Lei n.º 75/2010 de 23 de Junho (Ministério da Educação)
Artigo 54.º [...] 1 - A aquisição por docentes profissionalizados, integrados na carreira, do grau académico de mestre em domínio directamente relacionado com a área científica que leccionem ou em Ciências da Educação confere direito à redução de um ano no tempo de serviço legalmente exigido para a progressão ao escalão seguinte, desde que, em qualquer caso, na avaliação do desempenho docente lhes tenha sido sempre atribuída menção qualitativa igual ou superior a Bom. (https://dre.pt/application/file/130783)]

Habilitação para a Carreira de Técnico Superior (Museus/ Autarquias, para práticas pedagógicas no âmbito das artes visuais e serviços educativos).

Assessoria para empresas públicas e privadas (Autarquias, museus, fundações, associações, outros organismos, para práticas pedagógicas no âmbito das artes visuais e serviços educativos).
Infraestruturas Salas para Desenho e Práticas de Atelier.

Biblioteca (https://www.ubi.pt/Entidade/Biblioteca).

Centro de Recursos de Ensino e Aprendizagem (CREA).

Laboratórios de Fotografia (Revelação e ampliação de fotografia em P/ B).

Cinubiteca (Sala p/ cinema digital).

Laboratório de Línguas.

Anfiteatros (congressos, colóquios, etc).
Normas e Regulamentos Regulamentação UBI
Regulamento do 2º Ciclo - Mestrado em Ensino de Artes Visuais no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário | Anexo - Relatório de Estágio

Departamento de Comunicação e Artes

Rua Marquês D'Ávila e Bolama
6201-001 Covilhã
275 242 024

Responsáveis

Sem Fotografia
Diretor/a de Curso
Luis Herberto Avelar Borges Ferreira Nunes

Comissões

Comissão Científica
Luís Herberto Avelar Borges Ferreira Nunes
Francisco Tiago Antunes de Paiva
José António Duarte Domingues
António Carvalho Maneira
Maria Luísa Frazão Rodrigues Branco
Nota: A informação contida nesta página não dispensa a consulta dos documentos oficiais. Data da última atualização: 2014-08-07
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.