Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Psicologia Clínica e da Saúde
  4. Psicologia da Saúde Ocupacional

Psicologia da Saúde Ocupacional

Código 11785
Ano 1
Semestre S2
Créditos ECTS 5
Carga Horária T(30H)/TP(30H)
Área Científica Psicologia
Tipo de ensino Presencial.
Estágios NA
Objectivos de Aprendizagem Pretende-se que o estudante aprofunde modelos e referenciais teóricos em Psicologia da saúde e que os articule com a aplicação de métodos e técnicas de avaliação e intervenção psicológica numa perspetiva de saúde ocupacional.
O estudante deverá ser capaz de:
- Caracterizar e aplicar modelos e referenciais teóricos específicos da psicologia da saúde em contextos e temáticas ocupacionais.
- Analisar, integrar e aplicar informação científica de Psicologia da saúde contextualizada na ação e no domínio ocupacional.
- Aplicar, de forma fundamentada, métodos e técnicas de avaliação psicológica em problemáticas da saúde ocupacional.
- Aplicar estratégias e desenvolver programas de intervenção em temáticas de saúde ocupacional.
- Resolver problemas e tomar decisões de forma pragmática, contextualizada e fundamentada.
- Reconhecer e assumir responsabilidades éticas e deontológicas atendendo a especificidades da Psicologia da saúde no domínio ocupacional.
Conteúdos programáticos 1. Psicologia e saúde ocupacional – Objeto, objetivos e teoria: Enquadramento (trans)disciplinar; Retrospetivas, perspetivas e prospetivas da investigação em teoria da saúde ocupacional, stress e esgotamento profissional.
2. Avaliação em Psicologia da saúde ocupacional: Avaliação de requisitos psicossociais e capacidades para a ação/ocupação – uma perspetiva diferencial; Avaliação multinível de fatores e riscos psicossociais em saúde e stress ocupacional (Estratégias e pressupostos de uma avaliação; Processo de avaliação; Métodos e técnicas de avaliação – autorreferenciados e objetivos).
3. Intervenção em Psicologia da saúde ocupacional: Intervenção direta/individual e indireta/contextual. Gestão de fatores psicossociais de risco e de proteção e coping face ao stress ocupacional [Métodos e técnicas aplicáveis à prevenção e controlo sistémico de riscos psicossociais: em diferentes fases do ciclo de vida; em contextos específicos de (des)ocupação].
Bibliografia principal Chambel, M. (Coord.) (2016). Psicologia da Saúde ocupacional. Lisboa: Pactor.
Coelho, J. (2008). Uma introdução à Psicologia da Saúde Ocupacional – Prevenção dos riscos psicossociais no trabalho. Lisboa: UFP.
Cooper, C., Quick, J. & Schabracq M. (Eds.) (2009). International handbook of work and health Psychology. Chichester: Wiley-Blackwell.
Folkman, S. (Ed.) (2011). The Oxford handbook of stress, health and coping. NY: OUP.
Gatchel, R. & Schultz, I. (2012). Handbook of occupational health and wellness. NY: Springer.
Hofmann, D. & Tetrick, L. (Eds.). (2003). Health and safety in organizations: A multilevel perspective. SF: Jossey-Bass
Houdmont, J., Leka, S. & Sinclair R. (Eds.) (2012). Contemporary issues in Occupational Health Psychology: Global perspectives on research and practice. Chichester: Wiley-Blackwell.
Perrewé, P. & Ganster, D. (Eds.) (2006). Research in occupational stress and well-being - Employee health, coping and methodologies. Amsterdam: Elsevier.
Quick, J. & Tetrick, L. (Eds.) (2014). Handbook of Occupational Health Psychology. Washington, DC: APA - American Psychological Association.
Língua Português
Data da última atualização: 2020-05-12
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.