Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Estudos Lusófonos
  4. História da Expansão Portuguesa

História da Expansão Portuguesa

Código 12324
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica História das Culturas
Tipo de ensino - Aulas de natureza teórico-prática; - Sessões de orientação tutorial.
Estágios - Não aplicável.
Objectivos de Aprendizagem - Desenvolver o conhecimento reflexivo acerca do significado e da influência da expansão portuguesa no Mundo. - Reexaminar "mitos" com ligação ao expansionismo português. Possuir uma perspetiva do Mundo antes da expansão quatrocentista. - Expor, numa ótica contextual e comparativa, os quadros gerais da expansão portuguesa nos séculos XV e XVI. - Conhecer a vida de alguns dos principais construtores do Império. - Compreender o processo de formação do Império. - Esclarecer o lugar que o Império Marítimo Português ocupa entre os Impérios. - Captar a natureza dos contactos estabelecidos entre povos e civilizações. - Explicar a difusão da língua portuguesa. - Clarificar a relação entre a literatura e o Império. - Averiguar como decorreu na Europa a receção da expansão portuguesa. - Impulsionar o debate académico. - Dominar conceitos operativos e apurar capacidades cognitivas. - Estimular estratégias autónomas de aprendizagem. - Produzir textos científicos.

Conteúdos programáticos Introdução: Perscrutando o Alcance da Expansão Portuguesa no Mundo.
1. Mitos de Ontem e de Hoje.
2.Uma Visualização do Mundo Antes da Expansão Quatrocentista.
3. Condições e Motivos da Expansão Portuguesa.
4. Políticas, Ideologias, Rumos e Ritmos da Expansão Portuguesa (Séculos XV e XVI).
5. Biografias de Construtores do Império.
6. O Império Marítimo Português Entre os Impérios. A Organização Administrativa do Além-Mar. A Organização Económica do Império.
7. Breve Olhar Sobre o Contacto Entre Povos e Civilizações.
8. A Língua, a Literatura e o Império.
9. A Receção na Europa da Expansão Portuguesa.

Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação Métodos de ensino: aulas de exposição e de aplicação de conteúdos; trabalhos de pesquisa; reflexões escritas e orais, a partir de textos fornecidos ou indicados pelo docente acerca dos temas programáticos abordados.

Trabalho escrito (formato artigo científico) sobre um dos conteúdos programáticos: 85%. Apresentação do trabalho: 10%.
Participação relevante durante as aulas: 5%.
Possibilidade de o aluno realizar o exame desde que tenha obtido nota mínima 6 em ensino aprendizagem, consistindo o exame na reelaboração do trabalho escrito.
Bibliografia principal BARRETO, Luís Filipe, Portugal: Pioneiro do Diálogo Norte/Sul. Para um Modelo da Cultura dos Descobrimentos Portugueses, Lisboa, INCM, 1988. BETHENCOURT, Francisco e CHAUDHURI, Kirti (dir.), História da Expansão Portuguesa, vol. I, A Formação do Império (1415-1570), Lisboa, Temas e Debates, 1998. BETHENCOURT, Francisco e CURTO, Diogo Ramada (dir.), A Expansão Marítima Portuguesa, (1400-1800), Lisboa, Edições 70, 2010. COSTA, João Paulo Oliveira e, Mare Nostrum, Lisboa, Temas e Debates – Círculo de Leitores, 2013. GODINHO, Vitorino Magalhães, Os Descobrimentos e a Economia Mundial, 4 vols., 2.ª ed., Lisboa, Editorial Presença, 1985-1991. LUÍS, Alexandre António da Costa, Na Rota do Império Português (da Formação da Nacionalidade ao Apogeu Imperial Manuelino), Coimbra, Tese de Doutoramento, FLUC, 2008. OLIVEIRA, Aurélio de e outros, História dos Descobrimentos e Expansão Portuguesa, Lisboa, Univ. Aberta, 1999. SANTOS, João Marinho dos, A Guerra e as Guerras na Expansão Portuguesa (Séculos XV e XVI), Lisboa, Grupo de Trabalho do Ministério da Educação para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses, 1998. THOMAZ, Luís Filipe F. R., De Ceuta a Timor, Linda-a-Velha, Difel, 1994.
Língua Português
Data da última atualização: 2021-02-19
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.