Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Estudos Portugueses e Espanhóis
  4. História da Cultura Portuguesa

História da Cultura Portuguesa

Código 12345
Ano 2
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica História das Culturas
Tipo de ensino Presencial
Estágios Não há
Objectivos de Aprendizagem 1.Conhecimento dos temas mais importantes da cultura portuguesa para a sua formação em contexto de globalização;
2.Elaborar trabalho prático sobre um autor e uma obra relevantes da cultura portuguesa;
3.Demonstrar capacidade de exposição oral;
4.Adquirir capacidade crítica.

A vastidão da dimensão cronológica e da temática, de componentes civilizacionais, artísticas e espirituais implícitas, impõe algumas opções. Elegemos como temas mais caros: a escola, os livros, as bibliotecas e a universidade; os descobrimentos; o humanismo e a reforma; o sebastianismo; António Vieira e a utopia; Pombal, o iluminismo e o academismo, o liberalismo e o romantismo, a Geração de Setenta; a opção republicana e a cultura de oposição até aos nossos dias. Entre a exposição pelo docente e a leitura pelos alunos dos principais autores e das obras mais representativas, percebe-se que se conseguirá, no final da Unidade Curricular, uma visão global da cultura portuguesa.

Conteúdos programáticos 1. As questões da historiografia, particularmente a da utilidade da história e os conceitos de cultura e de civilização.
2. A identidade portuguesa: unidade e diversidade.
3. Os primeiros espaços e manifestações da cultura portuguesa letrada e artística.
4. Ortodoxia e heterodoxia no Portugal Medieval: movimentações religiosas.
5. As representações medievais do mundo e as viagens.
6. Dimensões do Renascimento: Humanismo em Portugal; Autores.
7. O Movimento Reformador: a Reforma e a Contra-Reforma em Portugal.
8. Sebastianismo. O Padre António Vieira e o “Quinto Império”.
9. O Liberalismo e o Romantismo em Portugal.
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação O Docente fará uma exposição ativa temas, convidando os alunos, ao mesmo tempo, a debater e a discutir os assuntos abordados. Além disso, os alunos são orientados a trabalhar, em aula, documentos literários, históricos que reflitam sobre a cultura portuguesa. Os alunos serão avaliados com um teste escrito (70%), a realização de um trabalho final (25%) e assiduidade nas aulas (5%).
Bibliografia principal António José Saraiva (2007), A Cultura em Portugal. Teoria e História. Vols. 1 e 2. Gradiva.
Fernando Moreira (2011), Cultura Portuguesa. Ensaios, CEL – UTAD.
João Medina (2000), “Gilberto Freyre contestado: o lusotropicalismo criticado nas colónias portuguesas como alibi colonial do salazarismo”, Revista USP 45: 46-61.
José Amado Mendes (1996), “Características da Cultura Portuguesa: alguns aspectos e sua interpretação”, Revista Portuguesa de História 31: 47-65.
José Mattoso (dir.) (1993-1999), História de Portugal. vols. I a VIII. Estampa.
Margarida Calafate Ribeiro, Roberto Vecchi, António Sousa Ribeiro (2012), “The Children of the Colonial War: Post-Memory and Representations” in Gil, Martins (eds.), Plots of War. Modern Narratives of Conflict. De Gruyter.
Maria de Lurdes Belchior (1982), “Sobre o Caráter Nacional ou para uma 'Explicação' de Portugal”, Nação e Defesa: 13-31.
Miguel Real (2010), Introdução à Cultura Portuguesa. Séculos XIII a XIX. Planeta.
Língua Português
Data da última atualização: 2021-10-06
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.