Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Ciências do Desporto
  4. Fisiologia do Exercício

Fisiologia do Exercício

Código 12437
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 5
Carga Horária TP(30H)
Área Científica Ciências do Desporto
Tipo de ensino Presencial
Objectivos de Aprendizagem Conhecimentos: Conhecer e explicar as especificidades das adaptações fisiológicas crónicas e agudas ao esforço; Identificar os processos metabólicos aeróbios e anaeróbios; Conhecer as principais adaptações ventilatórias, cardiorespiratórias, hemodinâmicas, neuromusculares e neurohormonais em diferentes modalidades desportivas; Conhecer procedimentos de avaliação fisiológica e de quantificação da carga, sendo capaz de fundamentar as metodologias de avaliação; Conhecer os efeitos do treino em condições de temperatura e humidade elevadas. Competências: Controlar e avaliar as características gerais dos exercícios, através dos parametros: consumo de oxigénio, frequência cardíaca, pressão arterial e escala de percepção subjectiva de esforço; Identificar as metodoligias de despiste da fadiga; Conhecer as técnicas de otimização pré-competição da função neuromuscular; conhecer as substãncias ergogénicas, a suplementação e a dopagem.
Conteúdos programáticos Otimização do treino cardiovascular (metodologias e técnicas alta intensidade; treino ao nivel do mar e altitude); Otimização das adaptações neuromusculares (técnicas de treino avançadas, metodologias para incrementar o potencial de pós-ativação); Estudo da fadiga; Estudo do sono; Métodos de recuperação ativa (compressão, imersão, aplicações termais, etc); Termoregulação e equilíbrio hídricoelectrolítico em situações de temperatura e humidade elevadas; Quantificação da carga de treino e prevenção de lesões; Técnicas de Tapering; Fisiologia do esforço no jovem atleta e na tríade feminina; Substancias ergogénicas e suplementação e identificação de substâncias dopantes e implicações fisiológicas
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação Sessões de informação e exposição de conteúdos; Sessões de aplicação dos instrumentos apresentados e de debate dos temas abordados.
A avaliação contínua é constituída pela realização de quatro fichas individuais de avaliação laboratorial (50%) e um trabalho de grupo (máx 3 elementos) sob a forma de apresentação oral (em formato poster) com dados recolhidos e com a duração de 15 minutos) (50%).
Bibliografia principal 1.Armstrong, N., Mechelen, W. (2000). Paediatric exercise science and medicine. Oxford University Press, Oxford.
2.Australian Sports commission (2000). Physiological tests for elite athletes. Human kinetics, Champaign.
3.Bangsbo, J. (1996) “Entrenamiento de la condición Física En El Fútbol”; Editorial Paidotribo
4.Bar-Or, O., Rowland, T. (2004). Pediatric Exercise Medicine: From Physiologic Principles to Health Care Application. Human kinetics, Champaign
5.Hausswirth, C.; Mujika, I. (2013) Recovery for Performance in Sport. INSEP 2th ed. ISBN-13: 978-0736074841
6.Hoffman, J. (2014). Physiological aspects of sport training and performance. Human kinetics, Champaign.
7.Ivy, J. (2007). Exercise Physiology: A Brief History and Recommendations Regarding Content Requirements for the Kinesiology Major, Quest, 59:1, 34-41.
8.Kreider, R., Fry, A., O’Toole, M. (1998). Overtraining in Sport. Kreider, R., Fry, A., O’Toole, M, Editors Human Kinetics, Champaign).
9.Lars, P. (2017). Sports injurie
Língua Português
Data da última atualização: 2016-07-16
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.