Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Ciências do Desporto
  4. Exercício na Saúde e na Doença

Exercício na Saúde e na Doença

Código 12452
Ano 1
Semestre S2
Créditos ECTS 6
Carga Horária T(15H)/TP(30H)
Área Científica Ciências do Desporto
Tipo de ensino Obrigatório
Objectivos de Aprendizagem Desenvolver e aprofundar conhecimentos sobre os efeitos clínicos do exercício e da atividade física como meio de prevenção e de recuperação em indivíduos com patologia/disfunção;

Assim, ao concluir a UC o estudante deve ter adquirido os seguintes resultados de aprendizagem:
Compreender, de forma tão aprofundada quanto possível e crítica, as causas, características e limitações de doenças crónicas no que à prática de actividade física e de exercício respeita;
Demonstrar capacidade de identificar os benefícios do exercício e da atividade física em indivíduos com as patologias/disfunções estudadas;
Demonstrar capacidade de analisar e discutir com espírito crítico, os principais programas existentes para a prevenção e recuperação de doenças crónicas e lesões osteo-musculares;
Demonstrar capacidade de organizar, orientar e controlar sessões de treino individualizado ou em grupo de forma eficaz, motivacional e em segurança, em contextos de prevenção ou recuperação de doença ou lesão osteo-muscular;
Ser capaz de comunicar de forma clara as conclusões dos seus trabalhos e os conhecimentos e os raciocínios a eles subjacentes, quer a especialistas, quer a não especialistas;
Desenvolver as competências que lhes permitam uma aprendizagem ao longo da vida, de um modo fundamentalmente auto-orientado e autónomo
Conteúdos programáticos 1 Exercício na saúde e na doença
1.1 Exercício e doenças crónicas:
1.1.1 Obesidade e Diabetes
1.1.2 Doenças cardiovasculares (Reabilitação cardíaca)
1.1.3 Osteoporose
1.1.4 Doenças degenerativas articulares (reumatismais)
1.1.5 Doenças respiratórias
1.2 Epidemiologia e fatores de risco
1.3 Efeitos benéficos do exercício
1.4 Fatores de risco no exercício
1.5 Tipos de exercícios mais adequados
1.6 Análise de programas existentes
2 Prevenção e Recuperação de lesões:
2.1. Fatores de risco
2.2 Tipos de lesão mais comuns decorrentes da prática de atividade física (hematomas, contractura muscular, rotura muscular, fratura óssea, luxação articular)
2.3 Prevenção primária, secundária e terciária das lesões
2.4 Métodos e técnicas de recuperação
3 Exercícios de prevenção e recuperação de lesões (mobilidade, propriocetivos, alongamento, pliometria)
Bibliografia principal Professional Associations for Physical Activity in Sweden (2010). Physical Activity in the Prevention and Treatment of Disease. Swedish National Institute of Public Health. ISSN: 1651-8624. ISBN: 978-91-7257-715-2.
Pedersen B.K., Saltin B. (2015) Exercise as medicine – evidence for prescribing exercise as therapy in 26 different chronic diseases. Scand J Med Sci Sports (Suppl. 3) 25: 1–72
Pesctello L.S, arena R, Riebe D, Thompson P.D. (2014) ACSM’S Guidelines for Exercise Testing and Prescription, 9th Edition. Lippincott Williams & WIlkins, Baltimore.
Bouchard, C., Blair, S.N. & Haskell, W. (2007). Physical Activity and Health. Human Kinetics, Champaign, IL.
Howley T., Franks, B. & Wetcott, W. (2003). Health/fitness instructor’s handbook. Human-Kinectics, Champaign, IL.
Horta L. (2011). Prevenção de Lesões no Desporto, Texto Editores (1ª Edição). Lisboa.
Schneider, S., Seither, B., Tönges, S., Schmitt, H. (2006). Sports injuries: population based representative data on incidence, diagnosis, sequelae, and high risk groups. Br J Sports Med 2006;40:334-339.
Little, R. M. D., Paterson, D. H.,Humphreys, D. A, Stathokostas, L. (2013). A 12-month incidence of exercise-related injuries in previously sedentary community-dwelling older adults following an exercise intervention. BMJ Open 2013;3:e002831.
Língua Português
Data da última atualização: 2020-06-08
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.