Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Cinema
  4. Laboratório de Guionismo

Laboratório de Guionismo

Código 13086
Ano 2
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica Cinema
Tipo de ensino Presencial.
Estágios Não se aplica.
Objectivos de Aprendizagem No final da UC, o aluno deverá ser capaz de:
1. Aplicar técnicas gerais de Guionismo.
2. Elaborar um guião para uma curta-metragem ficcional.
3. Redigir os textos que enquadram um guião (sinopse, "tag line" e nota de intenções).
4. Articular o guião com as restantes etapas da criação de um filme.
5. Desenvolver o espírito crítico na avaliação de textos literários e cinematográficos.
Conteúdos programáticos 1. Guião.
1.1. O guião como um manual de instruções.
1.2. Guião literário vs. guião técnico.
1.3. A formatação e o software de apoio.
2. Ideias.
2.1. Encontrar uma ideia.
2.2. Testar o potencial.
2.3. Desenvolver ideias.
3. Personagens.
3.1. Heróis, vilões e adjuvantes.
3.2. Construir uma personagem.
3.3. Gerar empatia.
4. Diálogo.
4.1. Funções.
4.2. Escrever diálogos naturais.
5. Espaço
5.1. Tipos.
5.2. Descrever lugares.
6. Tempo.
6.1. Analepse.
6.2. Prolepse.
6.3. Resumo.
7. Estrutura.
7.1. Mundo normal.
7.2. Incidente desencadeador.
7.3. Obstáculos em crescendo.
7.4. Clímax.
7.5. Epílogo.
8. Paratextos.
8.1. Título e "tag line".
8.2. Sinopse narrativa e sinopse criativa.
8.3. Nota de intenções.
9. Revisão do texto.
10. O pitch.
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação
Métodos:
1. Exposição de técnicas de guionismo.
2. Análise de exemplos significativos.
3. Proposta de exercícios destinados a treinar determinadas técnicas.
4. Comentários construtivos, feito pelos colegas e pelo docente.
5. Construção de um guião, passo a passo.
Avaliação:
Serão tidos em conta: o talento para a escrita ficcional; a disciplina e hábitos de trabalho; o domínio do Português oral e escrito; a recetividade às críticas e sugestões do docente e dos colegas.
Classificação:
1. 50% da nota final resulta de uma frequência.
2. 50% resulta de um guião (capa, texto, sinopse narrativa, nota de intenções, num máximo de 10 páginas) para curta-metragem ou conteúdo multimédia.
Bibliografia principal Bibliografia:

Comparato, Doc. Da criação ao guião. Lisboa: Pergaminho, 2003.
Dancyger, Pat. Alternative Scriptwriting. Boston: Focal, 1985.
Mancelos, João de. Manual de guionismo. 2.ª ed. Lisboa: Colibri, 2016.
McKee, Robert. Story. New York: Methuen, 1999.
Nogueira, Luís. Laboratório de guionismo. Covilhã: Labcom, 2010.
Parent-Altier, Dominique. O argumento cinematográfico. Lisboa: Texto & Grafia, 2011.
Prior, Allan. Script to Screen. Herts: Ver Books, 1996.
Seger, Linda. Making a Good Script Great. Hollywood: Samuel French, 1994.
Trottier, David. The Screenwriter’s Bible. Beverly Hills: Silman-James, 2010.

Filmografia (excertos a ver nas aulas):

Brooks, James. As Good as it Gets/Melhor é impossível. TriStar, 1997.
Campion, Jane. The Piano/O piano. CyBi 2000, 1993.
Hanson, Curtis. Wonder Boys/Prodígios. BBC, 2000.
Hopper, Dennis. Easy Rider/Idem. Columbia, 1969.
Leone, Sergio. Once Upon a Time in America/Era uma vez na América. Ladd Co., 1984.
Mendes, Sam. Revolutionary Road/Idem. DreamWorks, 2008.
Schaffner, Franklin. Planet of the Apes/O homem que veio do futuro. APJAC, 1968.
Siodmak, Robert. The Killers/Os assassinos. Universal, 1946.
Tarantino, Quentin. Inglourious Basterds/Sacanas sem lei. Universal, 2009.
-. Pulp Fiction/Idem. Miramax, 1994.
Língua Português
Data da última atualização: 2017-06-20
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.