Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Engenharia Civil
  4. Projeto Urbano

Projeto Urbano

Código 14626
Ano 2
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária PL(15H)/T(30H)/TP(15H)
Área Científica Planeamento e Urbanismo
Objectivos de Aprendizagem 1. Dominar as características gerais das propostas projetuais para a Cidade a fim de compreender os motivos a favor ou contra elas;
2. Dominar as regras projetuais de desenho urbano considerando novas propostas de urbanização ou intervindo em áreas existentes;
3. Compreender os requisitos projetuais dos elementos morfológicos da Cidade (lotes, edifícios, logradouros, arruamentos, faixas de rodagem, passeios, estacionamentos, espaços verdes de utilização coletiva, redes de infraestruturas e equipamentos de utilização coletiva), em conformidade com o enquadramento legal vigente;
4. Dominar as regras de edificação e urbanização inerentes às operações de loteamento;
5. Reconhecer as principais tipologias de elementos morfológicos da Cidade e os requisitos de articulação entre eles;
6. Entender os requisitos, técnicas e modelos do Projeto de Cidade e saber como aplicar as suas regras como Engenheiro Civil, inserido na atividade multidisciplinar do planeamento urbanístico;
Conteúdos programáticos 1. INTRODUÇÃO AO PROJETO DE CIDADES
a. Objetivos, significados e desafios no contexto hodierno
b. Estudos de caso marcantes
2. O PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE
a. Antecedentes históricos
1. Especificidades do caso português
2. Experiências em outros países europeus
b. Operações de loteamento
1. Conceitos: loteamentos, obras de urbanização, destaque de parcela
2. Requisitos técnicos: Redes de infraestruturas, Arruamentos viários e pedonais, Espaços verdes de utilização coletiva, Equipamentos de utilização coletiva
3. Modelos de gestão dos espaços coletivos
4. Índices e parâmetros urbanísticos: superfície bruta; superfície líquida; superfície de equipamentos; superfície de arruamentos; área de construção; área de implantação; índice de construção; índice de impermeabilização dos solos; percentagem de ocupação do solo; número de fogos; população prevista; densidade habitacional; densidade populacional; capitação de espaços verdes coletivos; capitação de equipamentos coletivos.
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação 1. Análise de referências bibliográficas e estudos de caso, a fim de promover a realização de trabalhos práticos em grupo, melhorando a colaboração entre estudantes em tarefas e objetivos comuns, partilhando os resultados, o conhecimento e vários pontos de vista sobre os tópicos em discussão; 2. Análise de estudos de caso reais de projetos de loteamento, a fim de promover a reflexão sobre os diferentes pontos de vista provenientes de diversas soluções urbanísticas; 3. Realizar 2 exercícios práticos, cada um deles com apresentação/defesa pelo grupo. Cada grupo escolhe diferentes estudos de caso, de todo o país ou de outros países europeus; 4. A pesquisa bibliográfica, a sistematização do conhecimento como resultado do estado da arte e a partilha de conhecimento entre membros do grupo de trabalho são metodologias utilizadas nos trabalhos práticos;5. Estudantes internacionais, a metodologia visa promover a realização de tarefas relacionadas com os projetos de de loteamento.
Bibliografia principal ADAMS, D.; TIESDELL, S.: Shaping Places, Urban Planning, Design and Development. Routledge, New York, 2013.
BARNETT, J.: City Design. Modernist, Traditional, Green and Systems Perspectives. Routledge, New York, 2011.
GEHL, Jan (2010) “Cities for People”, Island Press / GEHL, Jan (2013) “Cidades para Pessoas”, Perspectiva, Lisboa.
HEALEY, P.: Making Better Places: The Planning Project in the Twenty-First Century. Palgrave Macmillan, Hampshire, New York, 2010.
KASPRISIN, R.: Urban Design: The Composition of Complexity. Routledge, New York, 2011.
(1000 caracteres)
Língua Português
Data da última atualização: 2021-04-03
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.