Cinema

1º Ciclo     Departamento de Comunicação e Artes

Plano de Estudos   Cinema
Código DGES
9048  
Área CNAEF 213
Publicação em Diário da República Despacho n.º 12007/2014 - DR 2.ª Série, n.º 187, 29 setembro
Avaliação/Acreditação/Registo Acreditação preliminar A3ES, 14-12-2011
Registo DGES R/A-Ef 1303/2011, 18-03-2011
Regime de Estudos Diurno
ECTS 180
Outras Informações Informação estatística

Concurso Nacional de Acesso  

Provas de Ingresso Uma das seguintes provas:
03 Desenho
06 Filosofia
12 História da Cultura e Artes
18 Português
Vagas 45 (2014)
Nota Mínima (0-200) Provas de Ingresso: 95
Candidatura: 95
Nota do Último Colocado 129.2
Cálculo da Nota de Acesso Média do Ensino Secundário: 65%
Provas de Ingresso: 35%
Mais informações para candidatos

Sobre

Objetivos Gerais O curso de 1º ciclo em Cinema da UBI confere aos alunos a capacidade de atuar criativamente nas diversas áreas da atividade cinematográfica (realização, produção, guionismo, fotografia, montagem e som) e da sua promoção, divulgação e estudo.
Permite-lhes igualmente refletir sobre os fundamentos teóricos, éticos e estéticos da atividade cinematográfica.
Capacita-os para a implementação autónoma de projetos.

Estes objetivos são alcançados através da experimentação de abordagens pessoais e contemporâneas à criação cinematográfica nas suas diversas vertentes, de uma formação de base teórica sólida e abrangente, da prática laboratorial e projetual consistente e do debate regular em seminários, conferências e masterclasses com especialistas das mais variadas áreas.

O curso destina-se tanto a alunos de graduação que pretendam ingressar imediatamente no mercado de trabalho após a sua conclusão como a alunos que enveredem pelo prosseguimento dos estudos.
Competências No final do curso, o aluno deve:
a) Ser capaz de conceber criativamente uma obra cinematográfica, dominando as necessidades e especificidades das principais funções existentes na produção fílmica (produção, realização, guionismo, fotografia, montagem e som) e identificando as exigências associadas ao processo criativo da mesma.

b) Dominar a especificidade e a sofisticação técnica e artística da criação cinematográfica, conciliando conceitos e teorias fundamentais da história do cinema com procedimentos e tecnologias contemporâneas que lhe permitam executar uma obra cinematográfica sólida de modo flexível.

c) Evidenciar capacidade de trabalho em equipa, sentido de responsabilidade na gestão de recursos e equipamentos, disponibilidade e empenho na aprendizagem, aptidão empreendedora e/ou liderante, atitude criativa e arrojada e sentido de compromisso profissional.

d) Ser capaz de exercer um juízo crítico devidamente fundamentado sobre as obras alheias e sobre o seu próprio trabalho, dominando as ferramentas teóricas e argumentativas necessárias à elaboração de um discurso verbal ou visual consistente e inventivo.

e) Ser capaz de analisar e compreender a atividade cinematográfica nas suas múltiplas dimensões, indo da obra fílmica única à filmografia de um autor ou aos paradigmas das diversas tradições e cinematografias mundiais.

f) Compreender o relevo do cinema no conjunto das formas de expressão artísticas e comunicacionais e articular a sua ligação estética e técnica às demais artes.

g) Ser capaz de avaliar as condições, implicações e consequências éticas, políticas, sociais e económicas da atividade cinematográfica.

h) Revelar uma elevada compreensão e aplicação da pluralidade e vastidão da teoria e da história cinematográficas nos mais variados contextos (criativo, mediático, cultural), no que respeita a géneros, autores ou sistemas de produção.

i) Ser capaz de conceber, programar e promover atividades cinematográficas de diversos tipos, desde mostras a festivais de cinema, passando por bases de dados, publicações especializadas, conferências e seminários, entre outras, de forma coerente e inovadora.

j) Ser capaz de, autonomamente, prosseguir iniciativas de pesquisa, investigação e reflexão sobre matérias, valores e procedimentos da atividade cinematográfica.

k) Demonstrar uma mentalidade empreendedora através de iniciativas empresariais pessoais ou da colaboração e integração em estruturas existentes.
Saídas Profissionais A formação abrangente proporcionada pelo curso, conciliando a aprendizagem teórica e a aprendizagem prática, permite, no final do mesmo, que os alunos desempenhem as mais variadas funções nas diferentes vertentes da atividade cinematográfica, seja em tarefas de liderança criativa e profissional (realizador, produtor, guionista, montador, director de fotografia ou director de som) seja em tarefas de assistência e apoio.

Tal formação permite, igualmente, o desenvolvimento de atividades de natureza mais reflexiva como a investigação científica, a crítica e o ensaísmo, bem como de divulgação da cultura cinematográfica (programação ou edição, por exemplo).

De igual modo, os alunos estão capacitados para desenvolver atividades em áreas afins ao cinema como a programação e a animação culturais ou a produção de conteúdos para diversos suportes e plataformas mediáticos (televisão, internet, videojogos, etc.)

Os alunos estão igualmente habilitados a fornecer formação especializada teórica e prática na área do cinema.
Infraestruturas Centro Multimédia:
a) estúdio de filmagem
b) estúdio de som
c) equipamento de rodagem
d) unidades de pós-produção de imagem e som
e) laboratório de fotografia
f) sala de workshops

Cinubiteca:
a) sala de exibição cinematográfica
b) sala de conferências, debates e colóquios

CREA (Centro de Recursos de Ensino e Aprendizagem):
a) estúdio de filmagem
b) unidades de pós-produção de imagem e som
c) laboratório de fotografia

Biblioteca Central:
a) 200 postos de trabalho informático
b) bibliografia específica
c) filmoteca

Labcom - Laboratório de Comunicação e Conteúdos On-line (www.labcom.ubi.pt):
a) BOCC (contém textos e outra documentação on-line sobre Cinema)
b) Livroslabcom.ubi.pt (contém livros on-line sobre Cinema)
c) Linha de investigação Cinema e Multimédia

Acesso permanente à Internet
Normas e Regulamentos Normas Gerais Referentes a Atos Administrativos
Regras Gerais de Avaliação de Conhecimentos

Responsáveis

Diretor de Curso
Luis Carlos da Costa Nogueira
Coordenador de Mobilidade
Manuela Maria Fernandes Penafria

Departamento de Comunicação e Artes

Rua Marquês D'Ávila e Bolama
6201-001 Covilhã
275 242 028
Nota: A informação contida nesta página não dispensa a consulta dos documentos oficiais. Data da última atualização: 2014-08-07

As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.