Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Ciências da Comunicação
  4. Sociedade e Comunicação

Sociedade e Comunicação

Código 11738
Ano 3
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica Ciências da Comunicação
Tipo de ensino Presencial
Estágios N.A.
Objectivos de Aprendizagem a) compreender a comunicação e a cultura como fenómenos estruturantes das sociedades (conceito de mediação)
b) compreender o conceito de cultura as suas diversas significações. c) analisar e identificar as relações entre comunicação mediática e cultura;
d) identificar as transformações verificadas com a aparição das modernas indústrias culturais e criativas e das novas tecnologias.
e) identificar os modos de interação social associados às indústrias culturais e criativas e as novas tecnologias.
f) analisar o impacto da globalização na cultura

a) understanding communication and culture as structuring phenomena of societies (concept of mediation)
b) understand the concept of culture its various meanings.
c) analyze and identify the relations between media communication and culture;
d) identify the changes that have occurred with the appearance of modern cultural and creative industries and with the emergence of new technologies.
e) identify the modes of social interaction associated with cultural and creative industries and new technologies.
 f) to analyze the impact of globalization on the cultural field.
Conteúdos programáticos Programa Introdução
1. A importância da comunicação em sociedade.
2. A definição de cultura e de comunicação. ~
2.1 Cultura em sentido antropológico 2.2. Cultura em sentido humanístico
3. Comunicação e cultura: limites e intersecções
3.1, Reprodutibilidade técnica e Indústria cultural.
3.2. Indústrias culturais e indústrias criativas: definição.
3.2. Os meios digitais e a transformação da experiência cultural
3.3. O que é criatividade? A especificidade do trabalho criativo ~
3.4. Alterações na produção e na receção dos produtos comunicativos
3.4.1. Novas formas de trabalho e organização empresarial
3.4.1. Autonomia e subjetividade na era digital
Syllabus
1. The importance of communication in society.
2. The definition of culture and communication.
2.1 Culture in the anthropological sense
2.2. Culture in the humanistic sense
3. Communication and culture: boundaries and intersections
3.1, Technical Reproducibility and Cultural Industry.
 3.2. Cultural industries and creative industries: definition.
3.2. Digital media and the transformation of cultural experience
 3.3. What is creativity? The specificity of creative work
3.4. Changes in the production and reception of communicative products
3.4.1. New forms of work and business organization in the cultural field
3.4.1. Autonomy and subjectivity in the digital age
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação Métodos e critérios de avaliação


Os alunos serão avaliados por duas frequências com um valor de 50% cada. Uma das frequências consistirá num trabalho individual escrito com 6 a 8 páginas de extensão que será apresentado oralmente.
80% de assistência às aulas efetivamente dadas é a percentagem obrigatória para obter frequência (acesso ao Exame).
7 é a média mínima obrigatória para obter Frequência e Acesso a Exame
A presença obrigatória não é aplicada a estudantes-trabalhadores.

Evaluation methods and criteria


Students will be assessed for two frequencies with a value of 50% each. One of the tests will be an individual work with the same weighting and with four to eight written pages followed by a short oral presentation.
80 % of class attendance is mandatory to obtain attendance (access to the final examination ).
A minimum average grade of seven is compulsory to obtain access to the final examination
Compulsory attendance is not applied to working students
Bibliografia principal Reference List
Adorno, T. W. (1987). A Industria Cultural. In G. Cohn (Ed.), Comunicação e Indústria Cultural (pp. 287–295). São Paulo, Brasil: T.A Queiroz.
Adorno, T. W., & Horkheimer, M. (2002). O iluminismo como mistificação das massas. In J. B. M. De Almeida (Ed.), Indústria Cultural e Sociedade, (pp. 5–44). Rio de Janeiro, Brasil: Edição Paz e Terra,.
Antunes, M. (2007). Cultura. In M. Antunes Antunes, Manuel, Cultura in Volume IV: História da Cultura, Lisboa: Fundação Gulbenkian, 2007 (Ed.), História da Cultura-IV (pp. 60–66). Lisboa, Portugal: Fundação Gulbenkian.
Benjamin, W. (1987). «A obra de arte na era da sua reprodutibilidade técnica». In S. P. Rouanet (Ed.), Magia, Técnica, Arte e Politic (pp. 165–196). São Paulo, Brasil: Brasiliense.
Correia, J. C. (2004). Comunicação e Cidadania: Os media e a fragmentação do espaço publico nas sociedades pluralistas. Lisboa, Portugal: Horizonte.
Hesmondhalgh, D., & Baker, S. (2011). Creative Labour , Media work in three cultural industries. London, U.K.: Routledge.
Taylor, P., & Harris, J. L. (2008a). Critical theories of Mass media: them and now.. London, U.K.: McGraw Hill, Open University Press..
Língua Português
Data da última atualização: 2015-04-14
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.