Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Biotecnologia
  4. Tecnologia e Inovação Alimentar

Tecnologia e Inovação Alimentar

Código 12488
Ano 1
Semestre S2
Créditos ECTS 6
Carga Horária TP(60H)
Área Científica Biotecnologia
Tipo de ensino Presencial
Estágios Sem estágios
Objectivos de Aprendizagem Com esta unidade curricular pretende-se que os alunos tenham capacidade de intervenção nos processos de transformação dos alimentos, no sentido da sua otimização, melhorando o produto ou introduzindo novos produtos. Por outro lado, pretende-se uma atualização em tecnologias emergentes, bem como nos fundamentos dos processos tecnológicos que levam ao desenvolvimento de novos produtos, como resposta a desafios sensoriais, nutricionais e de segurança alimentar, entre outros.
Conteúdos programáticos Conceito e caracterização das Indústrias Alimentares (IA). Relações entre IA e agricultura: o modelo da separação/recombinação. Preparação da matéria-prima antes da sua transformação. Tratamentos térmicos de alimentos. Organização da indústria alimentar: processamento, equipamentos para diferentes tipos de produção e respectiva selecção; sistemas de produção, conservação de alimentos por métodos combinados, (técnicas/funções associadas; condições de armazenamento e sistemas de distribuição nas fases de fabrico). Tecnologias emergentes. Aplicações no processamento de carne e derivados; frutas e hortícolas, leite e derivados; óleos e gorduras; cereais e derivados; produtos da pesca. Factores determinantes no desenvolvimento de um novo produto. Optimização e validação de formulações. Vectores de inovação. Análise sensorial e desenvolvimento de novos produtos. Legislação alimentar e novos produtos.
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação As metodologias de ensino centram-se no estudante, procurando uma participação ativa em aulas de laboratório/tecnológico e de avaliação de artigos científicos sobre os temas apresentados. O acesso à aprendizagem é feito de forma expositiva e demonstrativa em aulas teóricas baseado numa interação estudante/professor, estudante-estudante, bem como em metodologias de formação ativas, com componente prá
A avaliação será efectuada através de uma avaliação escrita dos conhecimentos adquiridos (60%), um trabalho de aplicação/investigação com apresentação oral dentro dos conteúdos programáticos ministrados na unidade curricular e com um peso na nota final de 40%. A nota mínima em cada componente corresponde a 8 valores. O trabalho de aplicação/investigação entra no cálculo da nota final em exame.
Bibliografia principal Cánovas, G., Pothkamury, U.R., Palou, E. & Swanson, B.G. 1999. Conservación no térmica de alimentos.Editorial Acribia.
Chakreverty, A. & Sing, R.P. 2014. Postharvest Technology and Food Processing Engineering. CRC Press.
Fellows, P.J. 2009. Food Processing Technology. Principles and Practice (3ª ed.). CRC Press.
Passos, M.L. & Ribeiro, C. P. 2010. Innovation in Food Engineering. New Techniques and Products. CRC Press.
Sun, Da-Wen. 2005. Emerging Technologies for Food Processing. Academic Press.
Língua Português
Data da última atualização: 2019-06-13
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.