Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Marketing
  4. Modelos de Comunicação Estratégica

Modelos de Comunicação Estratégica

Código 12581
Ano 1
Semestre S2
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica Ciências da Comunicação
Tipo de ensino Presencial
Estágios n.a
Objectivos de Aprendizagem Habilitar os estudantes a descortinarem as especificidades das dinâmicas de geração de sentido das estratégias de comunicação.
Dotar os estudantes de modelos e critérios metodológicos de análise discursiva/narrativa para a avaliação da‘eficácia das estratégias de comunicação.
Explicar a especificidade estratégica de certos fenómenos de comunicação - desde os de publicidade aos das campanhas de comunicação ou sensibilização cívica -, descrevendo as suas particularidades retóricas.
Descrever as modalidades de significação de alguns fenómenos textuais característicos da sociedade de consumo (por exemplo, a representação da mulher no discurso publicitário).
Conteúdos programáticos CAPÍTULO I- Enquadramento: modelos de geração de sentido nos processos de comunicação estratégica. 1- Estatuto da narratividade numa perspetiva poética e retórica; potencialidades para o estudo da comunicação estratégica ; 2- Centramento no domínio do discurso publicitário - a narratividade na mensagem de publicidade: efeitos de sentido e pragmáticos; CAPÍTULO II- Enquadramento epistemológico dos sujeitos nas narrativas de publicidade. 1- Vladimir Propp; 2- Algirdas Greimas; 2.1 : Modelo canónico greimasiano - as estruturas narrativas e os actantes; 2.1.1. - Sujeitos de narratividade do discurso publicitário. Case studies ilustrativos; 2.1.2 - Narratividade e narrativas. Aplicações ao discurso publicitário; 2.2- Fundamento estratégico da narratividade na publicidade. );2.3- Das estruturas de narratividade para as narrativas publicitárias (estruturas discursivas): temas e figuras do discurso publicitário. CAPÍTULO II - Abertura epistemológica a outros fenómenos de comunicação estratégica - case studies inerentes a mensagens de relações públicas e propaganda política.
Bibliografia principal Aristóteles (1998). Retórica. Lisboa, Portugal: Imprensa Nacional Casa da Moeda.
Barros, D. P. L. (2005). Teoria semiótica do texto. São Paulo, Brasil: Editora Ática.
Camilo, Eduardo (2012)- O estatuto do sujeito no discurso publicitário (apontamentos a partir do percurso gerativo de sentido). Covilhã, Portugal: Universidade da Beira Interior.
Corral, L. S. (1997) - Semiótica de la publicidad. Narración y discurso. Madrid, ESpanha: Síntesis,
Greimas, A. & Courtés, J. (1983).Sémiotique. Dictionnaire raisonné de la théorie du langage. Paris,França: Hachette Superieur.
Péninou, G. (1976). Semiótica de la publicidad. Barcelona, Espanha: Editorial Gustavo Gili.
Propp, V. (2004)). Morfologia do conto. Lisboa, Portugal: Vega.
Vários (2008)- Análise estrutural da narrativa. Rio de Janeiro, Brasil: Vozes.
Língua Português
Data da última atualização: 2020-05-13
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.