Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Cinema
  4. Escrita de Guiões

Escrita de Guiões

Código 13582
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica Cinema
Tipo de ensino Presencial.
Estágios Não há.
Objectivos de Aprendizagem No final desta UC, o estudante deverá estar apto a:
1. Formatar corretamente um argumento.
2. Encontrar e testar ideias.
3. Compreender as várias etapas da escrita de um guião.
4. Debater a questão da autoria de um filme.
5. Refletir acerca do conteúdo e forma de uma narrativa cinematográfica.
6. Refletir sobre os processos e desafios da adaptação cinematográfica.
7. Pesquisar acerca de locais, personagens, época, situações, etc.
8. Construir personagens credíveis.
9. Criar espaços e atmosferas.
10. Manipular o tempo.
11. Construir diálogos naturais e usar voice-over.
12. Elaborar enredos coerentes e cativantes.
13. Utilizar o paradigma de Syd Field.
14. Elaborar um guião para um filme ficcional e os necessários paratextos.
15. Desenvolver o espírito crítico na avaliação de textos literários e cinematográficos.
Conteúdos programáticos 1. O guião
1.1. Funções.
1.2. O trabalho de equipa.
1.3. O problema da autoria.
1.4. Guião literário vs. Guião técnico.
1.5. Formatação e software de apoio.
2. Encontrar ideias
2.1. Etapas da escrita.
2.2. Fontes de ideias.
2.3. Testar o potencial de uma ideia.
2.4. A pesquisa: "in loco", entrevista e bibliográfica.
2.5. A adaptação cinematográfica e os seus desafios.
3. As personagens
3.1. Tipologia.
3.2. Criar empatia.
3.3. Construir personagens credíveis.
4. O diálogo
4.1. As funções do diálogo.
4.2. Como escrever diálogos naturais.
4.3. O monólogo e o voice over.
5. O conflito
5.1. A transformação do protagonista.
5.2. Tipos de conflito.
5.3. O suspense.
6. Estrutura
6.1. O arco narrativo.
6.2. O paradigma de Syd Field.
7. O espaço
7.1. Descrição.
7.2. Criar atmosfera.
8. A manipulação do tempo
8.1. Analepse.
8.2. Prolepse.
8.3. Elipse.
9. Outros textos: "tag line", sinopse e nota de intenções.
10. A revisão do texto.
11. Conselhos para vencer como guionista.
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação Métodos: 1. Exposição de técnicas de guionismo. 2. Análise de exemplos significativos. 3. Proposta de exercícios destinados a treinar determinadas técnicas. 4. Comentários construtivos, feito pelos colegas e pelo docente.
Por se tratar de uma unidade curricular de mestrado, serei mais exigente em relação ao trabalho produzido pelos alunos, promoverei uma maior reflexão acerca da natureza, forma e conteúdo da narrativa, e valorizarei a pesquisa para criar enredos e personagens.
Avaliação: a nota final resulta de: a) Um guião para uma curta-metragem, incluindo uma sinopse e uma nota de intenções (50%); b) Talento, participação, assiduidade, espírito crítico, contributo para o debate (50%).
Bibliografia principal Bordwell, David. Narration in the Fiction Film. NY: Routledge, 1985.
Comparato, Doc. Da criação ao guião. Lisboa: Pergaminho, 2003.
Cooper, Pat & Dancyger, Ken. Writing the Short Film. Burlington: Focal, 2005.
Decker, Dan. Anatomy of a Screenplay. Chicago: Screenwriter’s Group, 1998.
Edgar-Hunt, Robert et al. Screenwriting. Lausanne: AVA, 2009.
Field, Syd. The Definitive Guide to Screenwriting. London: Ebury, 2003.
Frensham, Ray. Screenwriting. London: Teach Yourself, 2003.
Mancelos, João de. Manual de guionismo. Lx: Colibri, 2016.
-. Introdução à narrativa cinematográfica. Lx: Colibri, 2017.
-. Como escrever um guião para curta-metragem. Lx: Colibri, 2019.
McKee, Robert. Story. NY: Methuen, 1999.
Nogueira, Luís. Laboratório de guionismo. Covilhã: Labcom, 2010.
Parent-Altier, Dominique. O argumento cinematográfico. Lx: Texto & Grafia, 2011.
Prince, Gerald. A Dictionary of Narratology. Lincoln: U of Nebraska, 2003.
Seger, Linda. Making a Good Script Great. NY: Samuel French, 1994.
Trot
Língua Português
Data da última atualização: 2018-07-05
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.