Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Engenharia Civil
  4. Estabilidade de Taludes e Técnicas de Contenção

Estabilidade de Taludes e Técnicas de Contenção

Código 14542
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)
Área Científica Engenharia Civil
Tipo de ensino Tutorial
Estágios Não aplicável
Objectivos de Aprendizagem Pretende-se nesta unidade que o aluno domine o dimensionamento e eficiência de diferentes técnicas de contenção, assim como dos métodos de análise de estabilidade de taludes em solos e rochas.
Domínio no dimensionamento de diferentes técnicas de contenção
Domínio nas diferentes técnicas de monitorização de taludes
Domínio sobre a análise da eficiência das diferentes técnicas de contenção
Compreensão das diferentes tipos de rotura de taludes e causas que as desencadeiam
Domínio dos diferentes tipos de métodos de cálculo de estabilidade de taludes em solos e rochas
Conteúdos programáticos PARTE I – ESTABILIDADE DE TALUDES
1. Introdução
2. Rotura de taludes em maciços terrosos
3. Rotura de taludes em maciços rochosos

PARTE II – TÉCNICAS DE CONTENÇÃO
1. Introdução
2 – Muros de suporte clássicos
3 – Paredes moldadas e Paredes “tipo Berlim”
4 – Terra armada e terra pregada
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação Esta unidade tem a duração de um semestre, envolvendo 60 horas de contacto com a equipa docente,
98 horas de trabalho autónomo e 10 horas para avaliação (total: 168 horas). A aprovação a esta unidade curricular
confere , 6 ECTS.
As aulas estão organizadas em aulas teóricas – T ( conteúdos programáticos, envolvendo também a
apresentação de problemas) e aulas práticas – PL (aplicação dos conteúdos programáticos
através da resolução de problemas práticos).
A avaliação é realizada com trabalho prático, individual e com apresentação e discussão.
-Para obter frequência os alunos terão de satisfazer em simultâneo os seguintes itens:
1) assiduidade conforme o regulamento da Universidade da Beira Interior
2) resolução de pelo menos metade dos problemas propostos nas aulas, em grupo, com discussão de solução na aula (individual e de grupo)
Bibliografia principal 1. Agostini, R. e Mazzalai, P. e Papetti, A. (1988). Hexagonal wire mesh for rock – fall and slope stabilization. Officine MACCAFERRI S.p. A, Bolonha.
2. Coppin, N.J. e Richards, I.G. (1998)- Use Vegatation in Civil Engineering.
3. Eurocode 7. Geotecnics (1989)- Preliminary Draft for the European Communities.
4. Ladeira, .F. (1986)- Técnicas Análise Estabilidade Taludes. Curso de Estabil Talude. Módulo 1 Un. Aveiro.
5.LNEC(1985)- Paredes Moldadas, Especialização e Aperfeiçoamento, Edifícios, S229; Lisboa.
6.Blondeau,F.(1976)- Les methodes d´analyse de stabilité. Bull de liaison de LPC special II mars p.56-72
7.Duncan, J..(1966)- State of the art: limite equilibrium and finit-element analysis of slope. J. of Geotechnical Eng.. p 577-596.
8. Faure, R..(2001)-Évolution des méthodes de calcul en stabilité de pentes. Partie I méthodes à rupture, Revue francaise de géotechnique, nº 92
9. Merrien, V.; Omraci, K.( 2001). Déterm. des cond. aux limites pour calcul stabil d talus Rev fr géo
Língua Português
Data da última atualização: 2022-02-01
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.