Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Matemática e Aplicações
  4. Bases de Dados

Bases de Dados

Código 14815
Ano 3
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária PL(30H)/T(30H)
Área Científica Informática
Tipo de ensino Presencial
Estágios Não aplicável.
Objectivos de Aprendizagem Esta unidade curricular introduz a temática da conceção, análise e construção de bases de dados relacionais. O seu objetivo principal é, portanto, preparar os alunos para entender, projetar e desenvolver sistemas de bases de dados.
A unidade curricular centra-se no modelo relacional, incidindo em especial sobre modelação, normalização, linguagens de interrogação (álgebra relacional e SQL), gestão da base de dados e aplicações cliente/servidor.
Com a concretização do processo ensino-aprendizagem, o estudante deve ser capaz de:
- Dada uma situação real, ou hipotética, desenvolver um modelo de dados que a represente;
- Normalizar (3FN, BCNF ou superior) e “desnormalizar” as relações;
- Escolher um sistema de gestão de bases de dados em função do sistema de informação a desenvolver;
- Produzir o modelo físico da base de dados;
- Interrogar a base de dados (via SQL);
- Desenvolver aplicações multiutilizador sobre bases de dados cliente/servidor;
- Usar transações.
Conteúdos programáticos 1. Introdução às bases de dados
1.1 Sistemas de ficheiros vs. Bases de dados “Desktop” vs. Bases de dados cliente/servidor: vantagens, desvantagens e quando usar (ou não usar)
1.2 Conceitos fundamentais
1.3 Modelos de dados (Hierárquico, Rede e Relacional. Estruturas de dados e linguagens de manipulação associadas)

2. Modelo Relacional
2.1 O modelo de dados
2.2 Álgebra relacional
2.3 Linguagens relacionais
2.4 Restrições de integridade
2.5 Dependências lógicas

3. Elaboração do modelo conceptual de uma base de dados
3.1 Modelo entidade-associação
3.2 Teoria da normalização

4. Desenvolvimento de aplicações Cliente/Servidor.

5. Transações
5.1 Propriedades ACID
5.2 Isolamento e fenómenos associados
5.3 Execução concorrente
Metodologias de Ensino e Critérios de Avaliação A avaliação contínua: Teste escrito; Trabalho-prático; Trabalho Autónomo; Oral.
A avaliação por exame: Teste escrito; Trabalhos prático e autónomo (da avaliação contínua); Oral.
Júri das provas orais: docentes da UC.
Trabalho prático: Executado em grupo, com metas e com defesa. Falhas nas metas implica penalização.
Trabalho autónomo: O estudante deve digitalizar o caderno e fazer o carregamento do mesmo para o moodle até às 24 horas de domingo da semana seguinte.
Ponderação dos elementos de avaliação:
- Teste escrito + oral: 0.65 (13 valores)
- Trabalho-prático: 0.25 (5 valores)
- Trabalho Autónomo: 0.10 (2 valores)
Só será atribuída a classificação de frequência ao estudante que simultaneamente:
- Cumpra com o critério de assiduidade (100%);
- Participe na elaboração e discussão do trabalho prático;
- Obtenha uma classificação de pelo menos 6.0 antes e depois da oral.

Apresentação Bónus: até 1 valor a somar à classificação obtida.
Bibliografia principal 1. Feliz Gouveia. “Bases de Dados – Fundamentos e Aplicações”, 2ª Edição, FCA, 2021, ISBN: 978-972-722-901-7.

2. Thomas Connolly, Carolyn Begg. “Database Systems, A Practical Approach to Design, Implementation and Management”, 6th Edition, 2015. Pearson, ISBN: 978-1-292-06118-4

3. Luís Damas, “SQL”, 14ª Edição, FCA, 2017, ISBN 978-972-722-829-4

4) R. Ramakrishnan and J. Gehrke, Database Management Systems, McGraw-Hill, 2003.
Língua Português
Data da última atualização: 2021-10-21
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.