Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Estudos Didáticos, Culturais, Linguísticos e Literários
  4. Literaturas Orais e Marginais

Literaturas Orais e Marginais

Código 8581
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica Literaturas
Tipo de ensino - Aulas de natureza teórico-prática; - Sessões de orientação tutorial.
Estágios Não se aplica.
Objectivos de Aprendizagem - Ter espírito crítico quanto à canonização ou marginalização literária.
- Conhecer e caracterizar os diferentes géneros de literaturas marginalizadas de registo oral e escrito.
- Produzir um pequeno ensaio que envolva as literaturas marginalizadas ou em vias de se saírem das margens literárias. No final do semestre, o aluno deverá estar apto a:
– dominar os conceitos de instituição literária, cânone e marginalidade literária;
– explicar a marginalidade de alguns textos orais e escritos;
– reconhecer a peculiaridade das formas simples e complexas das literaturas marginalizadas orais e escritas;
– identificar e caracterizar os diferentes tipos de textos marginalizados pela instituição literária;
– analisar textos da tradição oral e da literatura marginalizada de registo escrito;
– reconhecer as potencialidades didácticas e éticas das literaturas orais e marginais;
- elaborar um trabalho com rigor científico a propósito destas temáticas.
Conteúdos programáticos 1. Noção de instituição literária, cânone literário e marginalidade literária.
2. Os irmãos Grimm, Propp e Jolles: marcos na valorização da literatura tradicional oral;
3. Formas simples e complexas da literatura oral: distinção tipológica, função e estruturas mais comuns.
4. Géneros da literatura de margem de registo escrito: distinção e caracterização tipológica. Destaque para alguns géneros a caminho do cânone.
4.1. O conto popular e o conto literário infantil: distinção. Estudo comparativista de “O Capuchinho Vermelho” e de “A Fada Oriana”, de Sophia de Mello Breyner Andresen.
4.2. A literatura policial. Pioneirismo de Poe e Conan Doyle.
4.3. A ficção científica. Pioneirismo de Júlio Verne

Bibliografia principal Bibliografia principal:
ANDRESEN, Sophia de Mello Breyner, O Cavaleiro da Dinamarca, ilustrações de Armando Alves, Porto, Figueirinhas, s/d.
ARAÚJO, Manuel António Teixeira, A Emancipação da Literatura Infantil, Porto, Campo das Letras, 2008.
BETTELHEIM, Bruno, Psicanálise dos Contos de Fadas, Venda Nova, Bertrand, 9ª ed., 2002.
ESCARPIT, Robert, Sociologia da Literatura, Lisboa, Arcádia, 1969.
GARRETT, Almeida, Romanceiro, org. de Tarracha Ferreira, Lisboa, Ulisseia, 1997.
GRIMM, Irmãos (org. de), Contos de Fadas, São Paulo, Ed. Iluminuras, 4ª ed., 2002.
JOLLES, André, Formes Simples, Paris, Seuil, 1996.
PROPP, Vladimir, Morfologia do Conto, Lisboa, Vega, 3ª ed., 1992.
SARAIVA, Arnaldo, Literatura Marginal izada, Porto, ed. de autor, 1975.
ZUMTHOR, Paul, Introduction à la Poesie Orale, Paris, Seuil, 1995.

A restante bibliografia será oportunamente recomendada ao longo do semestre.
Língua Português
Data da última atualização: 2015-01-20
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.