Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. Investigadores da UBI participam em estudo que valoriza águas termais do Centro

Investigadores da UBI participam em estudo que valoriza águas termais do Centro

  8 de janeiro de 2020  

  •   UBI

Img:

O trabalho conclui que as estâncias termais têm potencial para tratamento de doenças da pele.

Um conjunto de investigadores da Universidade da Beira Interior (UBI) fez parte da equipa que realizou um estudo que dá conta da mais-valia das águas termais da região Centro para tratamentos dermatológicos.

A investigação designada “Chemical Signature and Antimicrobial Activity of Central Portuguese Natural Mineral Waters Against Selected Skin Pathogens” abrangeu 16 estâncias termais da rede Termas Centro e analisou os efeitos das águas face às principais bactérias e fungos que afetam a pele. A investigação revelou potencial para o tratamento de acne, dermatites ou psoríase.

Ana Palmeira de Oliveira, coordenadora da investigação na UBI, citada pela Agência Lusa, destaca o carácter pioneiro do estudo: “As indicações terapêuticas das águas minerais portuguesas têm incidido preferencialmente nos sistemas respiratório, reumático e musculoesquelético, existindo, até agora, poucas evidências científicas da eficácia destas águas nos problemas dermatológicos - uma lacuna a que este estudo veio responder”.

O trabalho abre a porta a possíveis aplicações das águas termais, podendo resultar no desenvolvimento de novos produtos da área da cosmética ou dispositivos médicos.

O estudo, realizado em conjunto com a Universidade de Coimbra e apoiado pela rede Termas Centro, foi publicado na revista científica “Environmental Geochemistry and Health”, órgão oficial da Sociedade Internacional de Geoquímica e Saúde Ambiental, que tem como autores vários investigadores da UBI.

Partilhar

Data da última atualização: 2020-01-08
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.