Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. UBI e Associação Académica em projeto de criação de viseiras e angariação de fundos

UBI e Associação Académica em projeto de criação de viseiras e angariação de fundos

  26 de março de 2020  

Img:

Uma empresa instalada no Tortosendo desenvolveu o protótipo com apoio da UBI, entre outras entidades. A AAUBI procura agora apoios para o entregar aos profissionais de saúde.

A Universidade da Beira Interior (UBI) e a Associação Académica (AAUBI) integram o projeto de desenvolvimento de uma viseira para ser usada por profissionais de saúde. Este projeto motivou a criação de uma campanha de angariação de fundos para entregar alguns destes equipamentos nos hospitais da região.​

Além da UBI e da AAUBI, estão envolvidos o Centro Hospitalar Universitário da Cova da Beira, a Câmara Municipal do Fundão, o Fab Lab Aldeias do Xisto (Fundão), a Junta de Freguesia do Tortosendo (Covilhã) e as empresas WD Retail, a BSRP, a STAR - Júnior Enterprise e a Beira Escrita.​

A UBI, através de uma equipa de profissionais da Faculdade de Ciências da Saúde, procedeu ao aconselhamento técnico sobre as especificidades a ter em conta, tendo sido criado um equipamento feito em plástico e que pode ser higienizado e reutilizado, sendo possível a substituição de algumas das peças que o compõem.​ Com um peso de aproximadamente 45 gramas, apresenta um modelo ergonómico que protege da entrada de partículas na parte superior.​

O protótipo foi desenvolvido pela equipa de design da empresa WD Retail, em colaboração com o Fab Lab Aldeias do Xisto. O produto encontra-se agora pronto para produção. As primeiras 5.000 viseiras serão feitas na China e as seguintes nas instalações da WD Retail, empresa instalada no Parque Industrial do Tortosendo.​

A viseira é um dos equipamentos abrangidos pela campanha “Fazer mais por todos”, que visa angariar fundos para a compra de material de proteção individual para profissionais de saúde, como máscaras e luvas. Será lançado um “crowdfundig” e os donativos vão ser geridos através de uma associação criada para este efeito e que envolverá as restantes entidades do projeto.​

“Todos queremos ajudar neste momento difícil e acreditamos que podemos ter uma grande adesão, sendo que os fundos serão usados exclusivamente para a aquisição de material de proteção”, salientou à Agência Lusa Norberto Bernardo, tesoureiro da AAUBI.​

A ligação da UBI ao projeto é mais um envolvimento da academia no esforço nacional contra a COVID-19, destaca Mário Raposo. ​

“Já emprestámos vários equipamentos aos hospitais e unidades de saúde para ajudar no combate a esta crise. Alguns equipamentos da FCS foram cedidos ao Centro Hospitalar Universitário da Cova da Beira e também temos material cedido a outras entidades que estão a fazer análises para o SNS, porque o tínhamos nos laboratórios e não estava a ser utilizado”, afirma o vice-reitor da UBI, acrescentando: “Achámos que este projeto é interessante e, por isso, a universidade tinha de se associar”.​

Mário Raposo lembrou a forte ligação às unidades de saúde da região, parceira na formação dos estudantes de Medicina, que irão agora ser apoiadas pela academia, através da oferta de viseiras que a UBI prevê adquirir.​

Mais informação
Campanha “Fazer mais por todos” 

Partilhar

Data da última atualização: 2020-03-26
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.