Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Notícias
  3. Assinatura de protocolo dá início ao AgeINfuture

Assinatura de protocolo dá início ao AgeINfuture

  15 de dezembro de 2021  

Img:

Centro de Referência para o Envelhecimento Activo e Saudável do Interior Centro vai abranger os distritos de Castelo Branco, Guarda e Viseu.

O AgeINfuture – Centro de Referência para o Envelhecimento Activo e Saudável do Interior Centro está oficialmente criado, depois de assinado o protocolo estabelecido entre a Universidade da Beira Interior (UBI) e os institutos politécnicos de Castelo Branco, da Guarda e de Viseu.

A estrutura destina-se a criar melhores condições de vida aos idosos, através do trabalho conjunto destas instituições de Ensino Superior da região com outros parceiros, como autarquias, entidades ligadas ao apoio a idosos e forças de segurança, entre outras.

O Centro fica sediado no UBImedical, na Covilhã, e propõe-se atuar na melhoria da saúde e qualidade de vida da atual geração de idosos, preparar as condições das gerações seguidoras, incentivar a participação ativa dos idosos na sociedade e a investigação nesta área.

Estas medidas têm especial importância numa zona onde os idosos sofrem de vários problemas, desde a saúde aos económicos e isolamento social. “Estamos num território de muito baixa densidade populacional e uma das regiões mais envelhecidas ao nível do país e da Europa”, lembrou Assunção Vaz-Patto, coordenadora do AgeINfuture.

Estes fatores contribuem para um envelhecimento solitário e muito desapoiado, que em termos de estado de saúde tem implicações graves na qualidade de vida e na dependência funcional que vão adquirindo ao longo da vida.

“As populações urbana e rural têm características diferentes: existe pequena literacia e desigualdade no acesso aos cuidados de saúde, multimorbilidade enorme, escolaridade e rendimentos baixos, isolamento social grande, agravado com a pandemia, e uma representação negativa: sentem que têm pouca capacidade reivindicativa perante os órgãos decisores. Por isso achámos que era preciso criar ideias, condições e obter financiamento”, acrescentou a docente da UBI.

O Reitor da UBI, Mário Raposo, lembrou o trabalho que a academia tem feito na área e disse que é com o maior gosto que assina a “parceria com os Institutos Politécnicos, na medida em que estabelece um compromisso de cooperação alargada entre as quatro entidades, criando um canal privilegiado de comunicação com vista a identificar, implementar e monitorizar as boas práticas em toda a região Interior Centro para promover soluções inovadoras, desenvolver a economia associada ao envelhecimento da sociedade e, ainda, contribuir para o aumento do número de anos de vida saudável”.

Uma satisfação partilhada por João Fernandes, presidente do Instituto Politécnico de Castelo Branco, que destacou o contributo que a instituição que dirige pode também acrescentar ao AgeINfuture: “É uma área que acompanhamos e estudamos e pela qual tenho um grande carinho, porque sempre acompanhei esta área”. “Estes atores conhecem os territórios e quero mostrar disponibilidade para estarmos presentes. O interessante é começar a trabalhar e mostrar a nossa capacidade de intervenção nos territórios”, acrescentou.

Na assinatura do protocolo esteve a Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, que falou de um dia “simbólico”, por assinalar uma “parceria entre a academia, decisores políticos e aqueles que estão no terreno para dar resposta aos desafios do envelhecimento”.

Lembrou ainda a união entre três distritos, identificando “um problema que é um problema comum e do país, mas é também um problema muito focado e com uma dimensão muito grande na Beira Interior”, e acrescentando que é necessário criar respostas porque, como mostrou a pandemia, “há pessoas mais frágeis”, com a idade a ser um dos elementos marcantes nessa matéria.

Partilhar

  •   UBI
Data da última atualização: 2021-12-15
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.