Menu Conteúdo Rodapé
  1. Início
  2. Cursos
  3. Ensino de Filosofia no Ensino Secundário
  4. Análise de Conteúdos Programáticos I

Análise de Conteúdos Programáticos I

Código 12182
Ano 1
Semestre S1
Créditos ECTS 6
Carga Horária OT(15H)/TP(45H)
Área Científica Didática da Filosofia
Tipo de ensino Ensino teórico-prático e em regime presencial.--
Estágios Não se aplica.--
Objectivos de Aprendizagem Esta unidade curricular pretende que o estudante seja capaz de criar um campo de referência categorial, inferencial e interpretativo dos conteúdos programáticos da filosofia no ensino secundário. São visadas as seguintes competências: 1. Utilizar procedimentos didáticos adaptados às unidades curriculares selecionadas pelo docente para o trabalho curricular.2. Realizar leituras, análise e discussão de textos e de outros suportes como instrumento básico da construção da reflexão filosófica na adolescência. 3. Utilizar técnicas lógicas e argumentativas para comunicar uma posição, sustentá-la, defendê-la e avaliar
criticamente posições contrárias.--
Conteúdos programáticos 1. A importância e o papel da filosofia hoje.
2. As várias e heterogéneas perguntas da filosofia.
3. Os contextos argumentativos e retóricos da filosofia.
3.1. Argumentação e lógica formal.
3.1.1. Distinção validade-verdade.
3.1.2. Inferências válidas.
3.1.3. Falácias.
3.2. Argumentação e retórica.
3.2.1. As técnicas argumentativas.
3.2.2. Argumentação e falácias informais.
3.3. Argumentação e filosofia.
3.3.1. Retórica e democracia.
3.3.2. Persuasão e manipulação.--
Bibliografia principal Blanché, R. (2001). História da lógica. Lisboa: Ed. 70
Deleuze, G., Guattari, F. (1992). O que é a filosofia? Lisboa: Editorial Presença.
Downes, S. Guia das Falácias Lógicas.
http://www.onegoodmove.org/fallacy/welcome.htm
Fidalgo, A. (2008). Definição de retórica e cultura grega. BOCC (www. bocc.ubi.pt)
Kant. Crítica da Razão Pura. Lisboa: FCG.
Perelman, C. (1993). O império retórico. Porto: Edições ASA.
Platão. A República. Lisboa: FCG.
Savater, F. (2005). Ética para um jovem. Lisboa: Dom Quixote.
Serra, P. (1995). Retórica e argumentação. BOCC (www. bocc. Ubi.pt)
Toulmin, S. (1958). The uses of argument. Cambridge: Cambridge University Press.
Weston, A. (1996). A arte de argumentar. Lisboa: Gradiva.--
Língua Português
Data da última atualização: 2020-01-16
As cookies utilizadas neste sítio web não recolhem informação pessoal que permitam a sua identificação. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.